Menu
Início Companhia francesa Voltalia anuncia Projeto Arinos, seu novo cluster de produção de energia solar no estado de Minas Gerais

Companhia francesa Voltalia anuncia Projeto Arinos, seu novo cluster de produção de energia solar no estado de Minas Gerais

15 de julho de 2022 às 18:58
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
O novo cluster de produção de energia solar da Voltalia será instalado no estado de Minas Gerais e foi batizado de Arinos, projeto que garantirá uma geração energética suficiente para o abastecimento da empresa e de terceiros na região.
Foto: Pixabay

O novo cluster de produção de energia solar da Voltalia será instalado no estado de Minas Gerais e foi batizado de Arinos, projeto que garantirá uma geração energética suficiente para o abastecimento da empresa e de terceiros na região.

Recentemente, a companhia energética Voltalia anunciou o seu mais novo empreendimento para o estado de Minas Gerais, o projeto intitulado Arinos. Esse será o novo cluster de produção de energia solar da empresa na região e está em fase de desenvolvimento pela empresa. Assim, até essa sexta-feira, (15/07), acredita-se que a companhia conseguirá uma produção energética suficiente para o abastecimento próprio e comercialização de excedentes com terceiros no estado.

Novo cluster de produção de energia solar da Voltalia, o Projeto Arinos, será instalado em Minas Gerais e terá capacidade potencial de 1,5 GW 

O mercado brasileiro de energias renováveis está cada vez mais em crescimento, acompanhando as discussões sobre a diversificação da matriz energética nacional, e as empresas agora investem no setor no território nacional.

Artigos recomendados

Assim, a Voltalia, uma das maiores companhias no segmento, anunciou o seu mais novo empreendimento de produção de energia solar no Brasil, que será instalado na região do estado de Minas Gerais durante os próximos anos. 

Batizado de Arinos, o novo projeto da Voltalia é um cluster, ou seja, um aglomerado industrial voltado para a produção de determinado recurso ou produto, e será focado na geração de energia solar na região. Esse é mais um investimento da empresa para o seu crescimento no mercado da energia limpa no Brasil e contará com uma capacidade potencial total em torno de 1,5 GW.

Dessa forma, o estado de Minas Gerais será sede de mais um gigantesco empreendimento no ramo das renováveis, uma vez que a região possui forte potencial para o segmento. 

A empresa ainda divulgou que a produção de energia solar realizada no cluster Arinos em Minas Gerais será focada no abastecimento interno das operações da Voltalia na região. No entanto, a companhia também pretende utilizar o excedente para realizar novos contratos com terceiros e fornecer energia limpa.

Isso deverá acontecer após os atingimentos dos marcos de desenvolvimento acordados entre a Voltalia e seus parceiros, que irão comprar parcelas do cluster para o consumo da energia gerada no local, contribuindo assim para um crescimento no mercado das renováveis. 

Empresa francesa reforça sua posição no ramo das energias renováveis e pretende continuar expandindo presença no Brasil com o cluster de energia solar 

O cluster de produção de energia solar no estado de Minas Gerais é apenas mais uma etapa do projeto de expansão da Voltalia no Brasil. Isso, pois a empresa destacou que pretende continuar reforçando sua posição no mercado das renováveis com projetos desse tipo ao longo dos próximos anos.

Para isso, a empresa possui um pipeline de 5,1 gigawatts de futuros projetos em desenvolvimento e foca na contribuição para o crescimento do setor no mercado nacional e global. 

Dessa forma, o CEO da Voltalia no Brasil, Robert Klein, reforçou o compromisso da empresa e disse: “A Voltalia, que tem em seu DNA também o desenvolvimento de projetos, possui equipe dedicada em todas as etapas, desde a avaliação do potencial e obtenção dos melhores locais, até o lançamento da construção, uma vez obtidas as licenças e autorizações necessárias. Tal dedicação vem rendendo resultados positivos: desde a sua criação, a companhia já vendeu aproximadamente a metade dos projetos desenvolvidos”.

Por fim, a Voltalia disse que o cluster de produção de energia solar em Minas Gerais será responsável por contribuir com o desenvolvimento socioeconômico do estado e pretende dar preferência à mão de obra qualificada da região, além de investir em ações socioambientais durante o desenvolvimento do projeto Arinos.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR