MENU
Menu
Início Com redução do ICMS, preços da gasolina e do etanol tiveram uma queda acentuada no mês de julho, porém o botijão de gás e o diesel ainda estão com o preço elevado

Com redução do ICMS, preços da gasolina e do etanol tiveram uma queda acentuada no mês de julho, porém o botijão de gás e o diesel ainda estão com o preço elevado

10 de agosto de 2022 às 09:45
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Gasolina, etanol, ICMS
foto: reprodução www.pexels.com

O limite estabelecido pelo governo para ICMS sobre itens como gasolina e o etanol resultou na baixa destes insumos, porém, outros produtos como o diesel ainda estão em alta a cerca de 12 meses

Após o governo instaurar um limite para as alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, o ICMS, sobre itens visto como essenciais resultou em uma diminuição na inflação do mês de julho. Os produtos que mais tiveram seus ICMS diminuídos foram: gasolina, etanol e energia elétrica. Os dados foram calculados com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira, 9, demonstram, no entanto, que a queda dos preços de produtos como a gasolina e o etanol, em julho, impulsionada pela diminuição do ICMS ainda está longe de compensar a disparada nos preços de muitos produtos nos últimos 12 meses, já que diversos itens, como o botijão de gás e o óleo diesel, ainda estão apresentando uma forte alta, acima da inflação acumulada no período, de 10,07%.

Artigos recomendados

A título de exemplo, a gasolina ficou 15,48% mais em conta que o visto no mês de julho, porém ainda acumula uma alta de 5,64% em 12 meses, ao passo que o botijão de gás, que pesa muito sobre o orçamento das famílias de menor renda, está acumulando uma alta de 21,36% em 12 meses, apesar de uma baixa de 0,36% em julho.

Abaixo estão as variações de alguns itens, como a gasolina, o etanol e o diesel, que tiveram o ICMS limitado pela lei sancionada em julho e no acumulado em 12 meses até julho:

Variação dos preços de insumos, além da gasolina, etanol e diesel, que tiveram seu ICMS limitado:

Em julho / Em 12 meses

  • Gasolina: −15,48% / 5,64%
  • Etanol: −11,38% / 2,53%
  • Energia elétrica residencial: −5,78% / −10,77%
  • Gás veicular: −5,67% / 2,16%
  • Botijão de gás: −0,36% / 21,36%
  • Plano de telefonia móvel: 0,00% / 1,89%
  • Transporte público urbano: 0,18% / 3,35%
  • Óleo diesel: 4,59% / 61,98%

Também, abaixo está a lista dos produtos que mais tiveram queda de preço em julho, além da gasolina e do etanol, em comparação com junho:

50 itens que mais tiveram seus ICMS reduzidos em julho;

  • Tomate: −23,68%
  • Abobrinha: −23,55%
  • Batata-inglesa: −16,62%
  • Gasolina: −15,48%
  • Cenoura: −15,34%
  • Etanol: −11,38%
  • Repolho: −11,13%
  • Açaí (emulsão): −11,09%
  • Pimentão: −10,90%
  • Flores naturais: −9,48%
  • Couve-flor: −9,43%
  • Laranja-baía: −8,02%
  • Brócolis: −7,99%
  • Artigos de maquiagem: −6,68%
  • Couve: −6,17%
  • Maracujá: −5,96%
  • Energia elétrica: −5,78%
  • Gás de veículos: −5,67%
  • Cebola: −5,55%
  • Banana-da-terra: −5,28%
  • Banana-maçã: −4,50%
  • Melão: −4,35%
  • Feijão-preto: −4,03%
  • Coentro: −3,92%
  • Cheiro-verde: −3,59%
  • Perfume: −3,42%
  • Alface: −3,25%
  • Mandioca: −3,10%
  • Laranja-lima: −2,85%
  • Computador pessoal: −2,63%
  • Peixe-pescada: −2,60%
  • Material hidráulico: −2,55%
  • Peixe-dourada: −2,45%
  • Óleo de soja: −2,41%
  • Goiaba: −2,33%
  • Videogame: −2,28%
  • Despachante: −2,24%
  • Laranja-pêra: −2,12%
  • Fisioterapeuta: −2,09%
  • Peixe-corvina: −2,07%
  • Peixe-serra: −2,04%
  • Roupa de banho: −1,95%
  • Morango: −1,76%
  • Feijão-carioca: −1,69%
  • Livro não didático: −1,69%
  • Fermento: −1,63%
  • Colchão: −1,63%
  • Cartório: −1,63%
  • Peixe-cação: −1,50%
  • Sabão líquido: −1,41%

Outros itens que tiveram uma alta nos ICMS em julho, fora o diesel

  • Abacaxi: 2,71%
  • Biscoito: 2,71%
  • Pacote turístico: 2,70%
  • Sapato infantil: 2,68%
  • Pão doce: 2,66%
  • Casa noturna: 2,62%
  • Conserto de televisor: 2,46%
  • Hospedagem: 2,44%
  • Carne de porco salgada e defumada: 2,42%
  • Balas: 2,40%
  • Abacate: 2,39%
  • Pedras: 2,31%
  • Farinha de trigo: 2,29%
  • Frango em pedaços: 2,23%
  • Vinho: 2,23%
  • Mudança: 2,23%
  • Tempero misto: 2,22%

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR