1. Início
  2. / Automotivo
  3. / Caminhões que dirigem SOZINHO! Startup de IA levanta R$ 1 bilhão para colocar VEÍCULOS autônomos nas estradas EM MENOS DE UM ANO; empresas como Uber, Volvo e Porsche estão entre as financiadoras do projeto
Tempo de leitura 4 min de leitura Comentários 0 comentários

Caminhões que dirigem SOZINHO! Startup de IA levanta R$ 1 bilhão para colocar VEÍCULOS autônomos nas estradas EM MENOS DE UM ANO; empresas como Uber, Volvo e Porsche estão entre as financiadoras do projeto

Escrito por Alisson Ficher
Publicado em 23/06/2024 às 21:05
Startup promete que, em 2025, caminhões autônomos movidos por Inteligência Artificial estarão transportando cargas comerciais. (Imagem: reprodução/ IA)
Startup promete que, em 2025, caminhões autônomos movidos por Inteligência Artificial estarão transportando cargas comerciais. (Imagem: reprodução/ IA)

Imagine estradas repletas de caminhões que se dirigem sozinhos, movidos por inteligência artificial. Parece um cenário de ficção científica, mas essa é a realidade que a Waabi, uma startup canadense liderada pela cientista Raquel Urtasun, está prestes a transformar em realidade.

Com um investimento robusto de R$ 1 bilhão, a empresa planeja colocar caminhões autônomos nas estradas em menos de um ano. Empresas de peso como Uber, Volvo e Porsche estão entre os financiadores desse ambicioso projeto.

Revolução no Transporte de Cargas

Em 2025, caminhões autônomos movidos por IA estarão transportando cargas comerciais no Texas, nos Estados Unidos.

Esse é o cronograma da Waabi, que recebeu US$ 200 milhões em capital. Entre os investidores, destacam-se gigantes como Uber, Khosla Ventures, Nvidia, Volvo e Porsche.

A empresa, fundada há três anos em Toronto, Canadá, acredita que pode ter sucesso onde muitos outros falharam, graças à sua plataforma de inteligência artificial generativa.

Raquel Urtasun, fundadora e CEO da Waabi, garante que seu software pode avaliar e responder às condições da estrada de forma semelhante ao raciocínio humano.

“Eu construí a Waabi com uma tecnologia muito diferente, que nos permitirá lançar um serviço sem motorista de forma rápida, segura e eficiente”, explicou ela em entrevista à revista Forbes.

Desafios e Superações no Setor de Veículos Autônomos

O desenvolvimento de veículos autônomos tem avançado mais lentamente do que muitos previram há uma década. Muitas startups de caminhões robóticos falharam, e bilhões de dólares foram investidos em empresas que acabaram fechando, como a joint-venture Ford-Volkswagen Argo AI, ou sendo vendidas, como a unidade ATG da Uber.

Mesmo a Waymo, considerada a empresa mais bem-sucedida em tecnologia de direção autônoma até o momento, suspendeu suas operações de caminhões robóticos para focar exclusivamente em táxis-robôs, que começam a gerar receita. No entanto, a Waabi acredita que sua tecnologia mais simples e menos custosa pode superar esses desafios.

Plano de Ação da Waabi para 2025

O Texas será o primeiro mercado comercial para os caminhões autônomos da Waabi. Na matéria à revista citada, a empresa não revelou quantos caminhões farão parte da frota inicial, mas fabricantes como Volvo e Scania também participaram da última rodada de financiamento, além de Porsche e Ingka Investments, ligada à Ikea.

Com a última rodada de financiamento, a Waabi arrecadou mais de US$ 280 milhões, uma quantia considerável, embora menor que a de alguns concorrentes. Urtasun acredita que sua abordagem, focada em eficiência e custo, tornará a tecnologia viável a longo prazo.

Veículos Autônomos no Brasil

Mas e no Brasil, como está a situação dos veículos autônomos? Embora o país ainda esteja dando seus primeiros passos nessa tecnologia, já existem iniciativas promissoras. Segundo o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), testes com ônibus autônomos estão sendo realizados em São Paulo. Esses testes, conduzidos em parceria com empresas de tecnologia e universidades, visam criar um modelo viável de transporte público autônomo no Brasil.

Além dos ônibus, o IPT também está desenvolvendo projetos para caminhões autônomos. Empresas brasileiras, como a Embraer, estão explorando a tecnologia de veículos autônomos em seus centros de inovação. Conforme a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), fabricantes nacionais de caminhões já estão investindo em pesquisa e desenvolvimento para adaptar as estradas brasileiras à realidade dos veículos autônomos.

No entanto, o desafio não é apenas tecnológico. A regulamentação e a infraestrutura também precisam evoluir para acomodar esses veículos nas estradas brasileiras. A Câmara dos Deputados está analisando propostas para criar um marco regulatório para veículos autônomos, seguindo exemplos de países como os Estados Unidos e a Alemanha.

De todo modo, constata-se que, com o avanço da Waabi e de outras startups, o futuro das estradas parece cada vez mais tecnológico e autônomo. Para especialistas, inclusive, a promessa de caminhões que dirigem sozinhos traz inúmeras vantagens, como a redução de acidentes causados por erro humano e a melhoria na eficiência do transporte de cargas.

Mas, e você, leitor? O que acha da ideia de, em um futuro próximo, termos caminhões dirigindo sozinhos pelo Texas e até mesmo pelas estradas brasileiras? Qual o impacto disso para você?

Inscreva-se
Notificar de
❗❗❗Faça login para poder postar links, fotos, conectar com pessoas e muito mais. Seu perfil pode ser visto por mais de 1 milhão de usuários todos os dias😉
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Alisson Ficher

Jornalista formado desde 2017 e atuante na área desde 2015, com experiência de seis anos em revista impressa e mais de 12 mil publicações online. Especialista em temas como política, empregos, economia, cursos e outros. Caso tenha alguma dúvida ou sugestão de pauta sobre algum dos temas tratados no site, por favor, entre em contato.

Compartilhar em aplicativos
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x