Menu
Início Cade aprova joint venture de energia renovável avaliada em R$ 12,6 bilhões entre Casa dos Ventos e TotalEnergies

Cade aprova joint venture de energia renovável avaliada em R$ 12,6 bilhões entre Casa dos Ventos e TotalEnergies

25 de janeiro de 2023 às 16:56
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
A joint venture focada no mercado de energia renovável é avaliada em R$ 12,6 bilhões atualmente e promete expandir operações no segmento. O Cade aprovou a união da Casa dos Ventos e da TotalEnergies nesse projeto.
Foto: Divulgação

A joint venture focada no mercado de energia renovável é avaliada em R$ 12,6 bilhões atualmente e promete expandir operações no segmento. O Cade aprovou a união da Casa dos Ventos e da TotalEnergies nesse projeto.

Para esta quarta-feira, (25/01), o projeto de união da Casa dos Ventos e da TotalEnergies em uma joint venture avaliada em mais de R$ 12,6 bilhões está avançando com sucesso. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a criação da nova empresa, que focará no mercado de energia renovável nacional ao longo dos próximos anos. As empresas se unirão para projetos futuros voltados para hidrogênio, amônia e eólica offshore no Brasil.

Casa dos Ventos e TotalEnergies conseguem aprovação do Cade para criação de joint venture focada no mercado de energia renovável brasileiro 

O segmento das energias renováveis no Brasil vem se expandindo cada vez mais ao longo dos últimos anos, com diversas empresas se voltando para projetos na área.

Artigos recomendados

A TotalEnergies e a Casa dos Ventos se uniram para formar uma joint venture avaliada em mais de R$ 12,6 bilhões, focada na atuação em projetos de energia renovável.

Agora, o Cade concedeu a aprovação necessária para as companhias seguirem com a união e criação da nova empresa conjunta para o setor.

Segundo as empresas, a transação é maior do mercado brasileiro de energia renovável e movimentou R$ 4,2 bilhões entre aportes e assunção de dívidas.

Ela marca um forte investimento de ambas as companhias no segmento, um dos mais favoráveis para os próximos anos no mercado nacional.

A chegada do novo investidor na joint venture havia sido anunciada no ano passado, em outubro.

Com a aprovação do Cade para a empresa, a TotalEnergies detém agora 34% do segmento de geração de energia da Casa dos Ventos.

Lucas Araripe, diretor-executivo da Casa dos Ventos, destacou que a nova parceria expande a atuação de ambas as empresas nos segmentos de hidrogênio, energia eólica offshore e amônia.

“A nova sociedade torna a nossa energia mais competitiva e possibilita uma expansão mais rápida do nosso braço de geração. Além de aportar capital novo, a parceria fortalece nossa capacidade de crédito, além de ampliar nosso portfólio de clientes”, afirmou.

A Casa dos Ventos já tem um pré-contrato com o Complexo Portuário do Pecém (CIPP), no Ceará, para a produção de hidrogênio e amônia.

Agora, a joint venture focada no mercado de energia renovável poderá aproveitar o potencial desse projeto.

Casa dos Ventos e TotalEnergies se organizam enquanto joint venture para focar em projetos de energia renovável

Após a aprovação do Cade para a união das empresas, a Casa dos Ventos e a TotalEnergies se organizam para os projetos futuros.

A empresa de geração de energia, com participação da Total, será responsável pela construção e operação de empreendimentos de energia renovável.

Já a outra companhia focará na prospecção de oportunidades e à elaboração de projetos greenfield.

Mesmo com a união para a formação da joint venture, os acionistas continuam em ambas as empresas, além dos projetos já em andamento.

Para os próximos anos, a empresa deverá focar nos projetos de produção de energia renovável.

A TotalEnergies está desenvolvendo 9 GW de capacidade de geração eólica offshore na costa do Brasil, com três parques no Ceará, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Ela também tem participação em um portfólio de 6 GW em eólicas offshore no exterior.

Dessa forma, a aprovação do Cade para a joint venture entre a TotalEnergies e a Casa dos Ventos marca uma nova jornada no mercado de energia renovável.


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar