Brasil estará entre os 5 maiores exportadores de petróleo do mundo em 2030, segundo Bento Albuquerque, ministro do MME

Roberta Souza
por
-
12-05-2021 14:25:44
em Petróleo, Óleo e Gás
MME – petróleo - ministro - bento albuquerque Plataformas de petróleo/ Fonte: SindiPetro-LP

Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, reafirmou ontem (11), que o país se tornará o quinto maior exportador de petróleo e que irá prouzir cerca de 5,3 milhões de barris

Ontem, terça-feira (11/05), durante a audiência pública da Comissão de Minas e Energia da Câmara, o ministro Bento Albuquerque voltou a dizer que até 2030 o Brasil estará entre os cinco maiores exportadores de petróleo do mundo. O ministro do MME ainda ressaltou que o Brasil é atualmente o 7º maior em termos de produção e exportação mundial, e ainda disse que, quando se tornar o 5º maior país exportador do combustível fóssil, irá produzir por dia cerca de 5,3 milhões de barris.

O ministro do MME ainda informou que as exportações de petróleo injetaram no Brasil cerca de R$ 100 bilhões no ano passado (2020). Bento Albuquerque ainda ressaltou o fato de que hoje o Brasil é quarto maior mercado de combustíveis automotivos, superado pela Índia no ano passado, que assumiu o terceiro lugar.

Além do petróleo, ministro do MME cita o setor de mineração

Bento ainda deu destaque à mineração, que segundo ele, superou a soja em exportações no primeiro trimestre deste ano, frente ao mesmo período do ano passado. Segundo o ministro do MME, houve um aumento de cerca de 15% da produção de minério de ferro neste período.

Segundo o ministro, o minério de ferro responde por 17% da balança comercial brasileira e informou que, como consequência da alta do minério de ferro, o segmento teve um faturamento 95% superior.

Ministério de Minas e Energia diz que o país terá muitos aportes nos segmentos de petróleo, gás, biocombustíveis e elétrico até 2030

Durante uma entrevista para o canal TV Brasil, no programa “Brasil em Pauta”, o ministro do MME disse que o Brasil terá grandes investimentos a serem realizados no setor energético, sendo eles os segmentos de gás, petróleo, biocombustíveis e elétrico. Bento Albuquerque ainda diz que esses setores citados anteriormente irão receber bilhões por ano, até 2030.

O ministro do MME ainda destacou que o setor de energia será o grande alvo de aportes anualmente ao longo da década. Os investimentos a serem realizados no setor energético podem superar facilmente a marca de R$ 3 trilhões até 2030, gerando empregos e aumento da competividade nos setores de gás, petróleo, biocombustíveis e elétrico.

Ele diz: “O maior investimento realizado no país tem sido no setor de energia, seja no petróleo, no gás e nos biocombustíveis, seja no setor elétrico. São investimentos bilionários – nos próximos dez anos, devemos ter investimentos da ordem de R$ 3 trilhões, e isso tem ocorrido ano a ano”.

O ministro de MME ainda destacou que essa quantidade de aportes no segmento energético acontece porque o Brasil possui alguns fatores importantíssimos para os investidores, como segurança jurídica e diversidades de fontes de energia. Bento ainda destacou que somente neste ano serão realizados seis leilões em gás, petróleo e no setor elétrico.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos