MENU
Menu
Início Biocombustível – Maior usina de etanol de milho é inaugurada no estado do Mato Grosso

Biocombustível – Maior usina de etanol de milho é inaugurada no estado do Mato Grosso

30/10/2021 às 02:28
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
usina - etanol - Mato Grosso
Usina de etanol/ Fonte: Compre Rural

A usina, que tem 192 mil m², recebeu investimento de R$ 2 bilhões e licença para produzir 880 milhões de litros de etanol de milho por ano

A FS, anunciou a inauguração oficial de sua mais nova unidade, localizada na cidade de Sorriso, no estado do Mato Grosso. Com investimento de cerca de R$ 2 bilhões, a Unidade Sorriso gerou cerca de 4 mil empregos indiretos durante as fases de obras e hoje emprega 231 pessoas diretamente. A capacidade total de produção da usina de etanol de milho é de 880 milhões de litros de etanol por ano; 212 mil toneladas de farelo de milho; 28 mil toneladas de óleo de milho e 190 mil MWh por ano de geração de energia. Leia ainda esta notícia: R$ 250 milhões serão investidos em usina de etanol de milho no Mato Grosso, tornando-se a primeira usina do Brasil a ter pegada de carbono negativa

A construção da maior unidade do estado do Mato Grosso 

“É com muito entusiasmo que inauguramos a nossa mais nova e maior unidade, localizada em uma região estratégica para a FS. Iniciamos nossas operações em junho de 2017, com a capacidade de produzir 275 milhões de litros de etanol por ano. Hoje, com as duas maiores plantas de etanol 100% de milho do país, em Lucas do Rio Verde e Sorriso, no Mato Grosso, já somamos mais de 1,4 bilhão de capacidade produtiva de litros de etanol/ano “, afirma o CEO da FS, Rafael Abud. “O nosso plano de investimento contempla mais quatro usinas industriais até 2026, atingindo a marca de capacidade produtiva de, aproximadamente, 5 bilhões de litros de etanol por ano,” completa Abud.

O projeto da usina de etanol de milho foi concluído em três etapas: a inicial consistiu na construção de uma área com capacidade de produção de 265 milhões de litros de etanol por ano, com investimentos na ordem de R$ 700 milhões. A segunda, teve investimentos de R$ 300 milhões e dobrou a capacidade de produção da usina. Na última fase, o investimento chegou a RS 1 milhão.

Mais detalhes sobre a nova usina de etanol de milho, no Mato Grosso

A nova usina é uma unidade eficiente do ponto de vista estratégico para a FS, pois aumenta a proximidade com os fornecedores da região e amplia as chances de negócio. Além de ter capacidade de armazenar 600 mil toneladas de milho, processa, diariamente, 2,7 mil toneladas do grão por dia. Mantendo essa média, pode ultrapassar a marca de 2 milhões de toneladas processadas neste ano por safra.

Do ponto de vista energético, a eficiência fica por conta da utilização da biomassa da nova unidade, proveniente de uma floresta de 30 mil hectares de eucaliptos, que fazem parte do projeto de incentivo do fomento florestal da FS. Somando as duas unidades em operação (Lucas do Rio Verde e Sorriso, ambas no Mato Grosso), encerrarão 2021 com a capacidade produtiva anual de 1,40 bilhão de litros de etanol, 1,2 milhão de toneladas de DDGs, 40 mil toneladas de óleo de milho e 415 mil MW de energia elétrica. A capacidade de processamento passa para 3,2 milhões de toneladas de milho por ano.

Confira ainda: 400 milhões de reais em investimentos são esperados em nova usina de etanol e energia na Bahia. 8 mil vagas de emprego podem ser geradas no local

O governo do Estado da Bahia assinou um protocolo de intenções com a Usina São Francisco, para instalar a terceira usina sucroalcooleira do Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco. O novo empreendimento será destinado à produção de etanol anidro e hidratado, ração animal e energia elétrica. Os investimentos iniciais na nova usina podem chegar a R$ 400 milhões e a expectativa é de que 8.000 empregos sejam gerados no estado da Bahia.

João Leão, vice-governador da Bahia, disse que o objetivo é criar 11 usinas com capacidade produtiva para suprir toda a Bahia. As pessoas que sempre abastecem seus carros com álcool carburante irão abastecê-los a partir de agora com álcool produzido diretamente no estado. Ele ainda ressalta que o plano é deixar de importar etanol de outros estados e a passar a ser competitivos no mercado, além de desenvolver a região onde estão os municípios sede deste projeto: Barra, Muquém do São Francisco e Xique-Xique.

Já Nelson Leal, titular da SDE diz que o estado da Bahia, tem um potencial de desenvolvimento agroindustrial incrível. Leal ainda diz que o protocolo de intenções assinados com a usina fortalece a implantação do Polo Agroindustrial e diz que esteve no município baiano de Barra, conhecendo as obras de implantação da primeira usina do Polo – a Serpasa – e que ficou encantado com a qualidade da cana plantada na região para produção de açúcar e álcool. Nelson conclui dizendo que vão gerar empregos, renda e receita para os municípios e avançar para superarmos a crise.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR