MENU
Menu
Início ArcelorMittal e EDP se unem para produzir hidrogênio verde

ArcelorMittal e EDP se unem para produzir hidrogênio verde

1 de novembro de 2023 às 12:33
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
ArcelorMittal e EDP se unem para produzir hidrogênio verde no Brasil
Foto: LID/Reprodução

A EDP e a ArcelorMittal firmaram uma parceria pioneira visando a construção de uma planta piloto dedicada à produção de hidrogênio verde. Com o Memorando de Entendimento (MOU) já oficializado, estão em andamento estudos para avaliar a viabilidade do projeto.

A ArcelorMittal Tubarão e a EDP, empresa que atua em todas as áreas do setor elétrico brasileiro, assinaram um Memorando de entendimento (MOU) para avaliar a viabilidade técnica e econômica de uma planta-piloto para a produção e uso de hidrogênio verde no processo de fabricação do aço.

Estudo de cooperação da EDP e ArcelorMittal foi iniciado em agosto

A iniciativa compõe os esforços da ArcelorMittal Tubarão para alavancar a produção de aço de baixo teor de carbono e da EDP para ampliar a produção de hidrogênio verde usando a experiência da empresa, que foi pioneira na produção da primeira molécula de hidrogênio verde da América Latina em dezembro de 2022.

Artigos recomendados

Na primeira etapa, de Viabilidade Preliminar, serão avaliados os aspectos técnicos, ambientais e econômicos do projeto. Também serão definidos o escopo e os requisitos exigidos para sua execução, estabelecendo uma base sólida para decisões ligadas às próximas etapas da parceria.

O estudo de cooperação teve início no mês de agosto, quando os grupos de trabalho de várias áreas, como engenharia, desenvolvimento de projeto, utilidades, ambiental e financeiro, começaram as atividades, atuando de forma colaborativa e integrada para identificar possíveis modelos de negócios mutuamente benéficos.

A viabilidade de instalação de uma planta-piloto para a produção de hidrogênio verde será avaliada de acordo com os resultados obtidos nas diversas etapas do estudo, principalmente no Estágio de Definição do Projeto. Nesta fase, a estimativa de investimentos e os resultados completos de viabilidade do projeto da EDP e ArcelorMittal serão analisados em detalhes para possibilitar a tomada de decisão sobre a implantação da planta-piloto. O estudo deve ser concluído em um ano.

ArcelorMittal e EDP se pronunciam sobre planta-piloto

Segundo o CEO da ArcelorMittal Aços Planos América Latina, Jorge Oliveira, essa iniciativa de hidrogênio verde está alinhada com a meta global do Grupo de se tornar neutro em carbono até 2050, participando do processo de transição para uma economia de baixo carbono. Segundo o executivo, a parceria com a EDP representa mais um passo significativo nessa jornada.

Com essa colaboração, será explorado a possibilidade de, futuramente, incorporar e aplicar o hidrogênio verde como parte do seu processo produtivo contribuindo, juntamente, com alternativas para se tornar no futuro uma empresa carbono neutro. Oliveira acrescenta que se trata de um projeto piloto para hidrogênio verde e que, para o futuro, será avaliada a viabilidade de expansão para outras unidades da ArcelorMittal no Brasil.

A parceria também faz parte das iniciativas da EDP para liderar a transição energética, com investimentos em fontes renováveis de energia. Segundo João Marques de Cruz, CEO da EDP Brasil, Para que o Brasil possa despontar como uma referência na produção de Hidrogênio Verde é essencial que haja demanda.

A parceria com a ArcelorMittal é um exemplo de como a EDP está atuando para impulsionar esse mercado e colocando em prática toda a sua expertise e pioneirismo neste tema. A expectativa é que este seja o primeiro projeto de expansão da produção de hidrogênio verde e de parcerias estratégicas da EDP com diferentes segmentos da indústria que podem ser descarbonizador.

Conheça as empresas

Presente há mais de 25 anos no país, a EDP Brasil é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. Com mais de 12 mil colaboradores diretos e terceirizados.

Já a ArcelorMittal Tubarão é a maior usina integrada da América Latina, com capacidade para produzir, por ano, 7,5 milhões de toneladas de aços planos de alta qualidade direcionados e diversas áreas, como automobilístico, eletrodomésticos, naval, tubos, construção civil e implementos agrícolas.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x