Menu
Início Arábia Saudita anuncia prédio em formato de cubo com 400 metros de altura

Arábia Saudita anuncia prédio em formato de cubo com 400 metros de altura

14 de maio de 2024 às 22:14
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Arábia Saudita anuncia novo megaempreendimento: maior arranha-céu do mundo em forma de cubo com 400 metros de altura!
Arábia Saudita projeta maior arranha-céu do mundo em forma de cubo — Foto: New Murabba Development Company/Divulgação

O Cubo da Arábia Saudita’ foi anunciado recentemente e será o maior arranha-céu do mundo. O empreendimento deve ser finalizado até 2030 e terá 400 metros de altura, largura e comprimento.

A Arábia Saudita nunca deixa de surpreender com as suas incríveis construções. Um dos desenvolvimentos mais recentes foi chamado de El Cubo, também conhecido como El Mukaab, o maior arranha-céu do mundo que faz parte de um novo distrito, Nueva Murabba, na capital do país, Riad. Confira todos os detalhes da construção “O cubo da Arábia Saudita.

Qual é o objetivo do “O Cubo” na Arábia Saudita?

Para muitos, o projeto de maior arranha-céu do mundo era uma manobra de marketing para posicionar o país como um dos destinos turísticos mais incríveis e sofisticados do planeta.

Artigos recomendados

Outros analistas argumentam que o Cubo da Arábia Saudita é apenas uma das muitas iniciativas que mostram a tendência de elevar esse país do Oriente Médio ao topo do turismo de elite global.

Mukaab tem infraestrutura o equivalente a 20 vezes o edifício Empire State, de Nova York — Foto: New Murabba Development Company/Divulgação

A lista de megaconstruções em desenvolvimento é diversificada e extensa, entre as novas estruturas ganham destaques a Jeddah Tower (Torre de Jeddah), Line, Downtown Circle, Trojan e o Oxagon. Esses megaprojetos estão alinhados ao plano estratégico denominado “Visão 2030”, que é conduzido pelo Governo e um grupo de empresas privadas, incluindo Oracle e Nvidia.

Agora, a nova joia dessa proposta é o Cubo, maior arranha-céu do mundo, que seria construído em um novo distrito de Riad, a capital do país, que tem mais de sete milhões de habitantes. Essa proposta, que aspira ser um dos principais centros modernos do planeta, estaria no centro do distrito de Nova Murabba, um espaço que contaria com mais de 80 estabelecimentos comerciais, trilhas para caminhadas internas, um grande museu e sua grande atração O Cubo da Arábia Saudita ou O Mukaab, que foi apresentado como o novo rosto de Riad.

Empreendimento ‘O Cubo’ da Arábia Saudita terá 400 metros de altura

A aparência exterior de O Cubo é inspirada na arquitetura Najdi, que é utilizada por lá há centenas de anos, e promete brilhar todas as tardes para a cidade. O prédio teria 400 metros de altura, por 400 de lado e outro mesmo padrão de profundidade.

Os desenvolvedores afirmam que os visitantes teriam uma experiência imersiva ao entrar no maior arranha-céu do mundo. Segundo os arquitetos, lá seria possível observar tudo ao redor, tanto a paisagem de Marte quanto a geografia do fundo do mar. Os desenvolvedores buscam tornar uma jornada mágica para todos que se aventurarem ao entrar.

No centro do Cubo da Arábia Saudita haveria uma torre em espiral que ofereceria desde restaurantes até quartos de hotel, cinemas, teatros e várias plataformas de observação. Tanto a torre quanto a cúpula (responsável pela projeção holográfica) estariam cercadas por um cubo gigante. Nos vértices do cubo, haveria construções que poderiam ser definidas como quatro arranha-céus, em forma de L.

o maior arranha-céu do mundo construído na Arábia Saudita promete ser concluído em 2030

A parte superior do maior arranha-céu do mundo ofereceria uma espécie de parque em altura, com lagos, árvores e gramados. Um oásis para os visitantes. A intenção é transformar este edifício em uma jornada em si mesmo.

Espera-se que O Cubo da Arábia Saudita se torne o ícone do país, assim como a Estátua Da Liberdade de Nova York ou a Torre Eiffel de Paris. Se tudo ocorrer conforme o planejado, o empreendimento deve ser concluído em 2030.

O objetivo desses empreendimentos é fazer com que o país não dependa do petróleo, para isso, consideram essas obras e o turismo como principais negócios alternativos. Uma das peças centrais deste plano estratégico é o Neom ou The Line, uma cidade moderna com 170 km de extensão, que exigirá um investimento estimado de um trilhão de dólares.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x