Início Aperam fará investimento de R$ 588 milhões para melhorias na produção de aço na Usina de Timóteo e para a Aperam Bioenergia com foco no carvão vegetal, em Minas Gerais

Aperam fará investimento de R$ 588 milhões para melhorias na produção de aço na Usina de Timóteo e para a Aperam Bioenergia com foco no carvão vegetal, em Minas Gerais

26 de maio de 2022 às 10:30
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A nova rodada de aplicações financeiras da Aperam no Brasil contará com um investimento total de R$ 588 milhões na usina de Timóteo e na Aperam Bioenergia, para a expansão na produtividade de aço e carvão vegetal com foco na sustentabilidade e tecnologia
Foto: Elvira Nascimento/Divulgação

A nova rodada de aplicações financeiras da Aperam no Brasil contará com um investimento total de R$ 588 milhões na usina de Timóteo e na Aperam Bioenergia, para a expansão na produtividade de aço e carvão vegetal com foco na sustentabilidade e tecnologia

Após um investimento de R$ 243 milhões nas linhas de produção de aço durante o ano de 2021, a Aperam abre uma nova rodada de investimentos e irá aplicar um total de R$ 588 milhões no Brasil. Assim, segundo comentários da empresa feitos na última terça-feira, (24/05), o capital será destinado à usina de Timóteo, em Minas Gerais, e à Aperam Bioenergia, com foco na produção de aço e carvão vegetal.

Novo plano de investimento da Aperam será focado na expansão da produção de aço na usina de Timóteo e na exploração de carvão vegetal pela Aperam Bioenergia 

A Aperam é a maior produtora de aço inoxidável de toda a América Latina e, após um investimento total de R$ 243 milhões para atualização das linhas de aço inox e aços elétricos no ano passado, a empresa traça novos rumos para o mercado nacional. Isso pois ela anunciou uma nova rodada de investimentos ainda mais ousados no país e aplicará R$ 588 milhões na produção brasileira de aço e carvão vegetal. 

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Dessa forma, os aportes de R$ 588 milhões serão investidos na atualização tecnológica da laminação a quente na usina de Timóteo (MG), para melhorias na produção de aço, e na Aperam BioEnergia, que produz carvão vegetal na região do Vale do Jequitinhonha.

Os anúncios da nova rodada de investimentos da Aperam no Brasil foram realizados nesta terça-feira, na Cidade Administrativa, sede do governo de Minas Gerais, na presença do governador Romeu Zema e de outros representantes da administração do estado mineiro. 

E, dentro desses R$ 588 milhões que serão aplicados no investimento nacional, a empresa focará na aquisição de uma nova caldeira e modernização de toda a parte elétrica e de automação envolvida no processo de produção de aço na usina de Timóteo. Já quanto à produção de carvão vegetal, a Aperam Bioenergia, subsidiária responsável pela exploração do recurso, receberá aportes para focar na sustentabilidade e nas práticas ESG dentro da produção nacional. Com isso, a Aperam espera reforçar seu compromisso ambiental com ainda mais produtividade nas suas operações no estado de Minas Gerais.

Companhia reforça o seu compromisso com o desenvolvimento do estado de Minas Gerais e a importância dos empreendimentos para a região mineira

A produção de aço e de carvão vegetal no estado de Minas Gerais são os principais focos da Aperam atualmente no território nacional, em razão do alto potencial de lucratividade para a empresa. Assim, durante o ano de 2021, foi iniciado um ciclo de investimentos de R$ 243 milhões, em Minas, na modernização da planta e na sustentabilidade na produção do aço verde. Agora, a empresa reforça seu compromisso com o estado e continua expandindo o investimento na usina de Timóteo e na Aperam Bioenergia. 

Com isso, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, comemorou o novo investimento da Aperam no estado e ressaltou que “É uma satisfação maior ainda participar deste anúncio porque a Aperam é uma empresa que fez o dever de casa. Assinamos o Race to Zero e estivemos na Cop 26 firmando um compromisso na redução de emissão de gás carbônico. O que a Aperam já fez é o que todas as empresas de Minas terão que fazer nas próximas décadas: zerar a sua emissão de carbono”.

Por fim, a companhia afirmou que a rodada de investimentos na produção de aço e de carvão vegetal da Aperam está prevista para continuar até o ano de 2024, quando a empresa finalizará a aplicação dos R$ 588 milhões nas melhorias dentro do estado de Minas Gerais.

Relacionados
Mais recentes