Início Absolar aponta que produção de energia solar em residências deve dobrar até o fim do ano, com o aumento na busca por painéis fotovoltaicos

Absolar aponta que produção de energia solar em residências deve dobrar até o fim do ano, com o aumento na busca por painéis fotovoltaicos

28 de julho de 2022 às 03:48
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A criação do novo marco legal para a geração própria de energia solar vem impulsionando a busca por painéis fotovoltaicos e a Absolar destacou que a produção de energia solar em residências deve dobrar até o fim de 2022.
Foto: Pixabay

Para essa quinta-feira, (28/07), a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) está com projeções que apontam um forte crescimento na produção de energia solar em residências durante o ano de 2022, chegando a quase 25 gigawatts médios (GW), o dobro da atual. Esses números serão impulsionados principalmente pelos benefícios fiscais para quem começar a produção própria até o início de 2023, com um forte aumento na demanda por painéis fotovoltaicos.

Compra de painéis fotovoltaicos e o crescimento do setor da energia solar terão aumento significativo em 2022, aponta Absolar

O cenário atual brasileiro no ramo de produção de energia solar está cada vez mais aquecido, principalmente em razão de fatores como o aumento no preço dos combustíveis e a busca pela geração própria de energia. Dessa forma, a Absolar aponta um forte aumento na demanda pelos painéis fotovoltaicos e a instalação de novos sistemas de energia solar em residências por todo o país.

Artigos recomendados

A associação ainda espera que a capacidade instalada no Brasil dobre até o fim do ano de 2022, chegando a 25 (GW) de produção, um volume que representa quase duas usinas de Itaipu, a maior do país, com 14 gigawatts (GW) de capacidade.

Além disso, a relevância do setor no cenário nacional continua a crescer e a Absolar anunciou na última semana que a energia solar se tornou a terceira maior na matriz energética nacional, com 8,1%, ao ultrapassar o gás natural, ficando atrás da geração hídrica — a principal, com 53,9% — e da eólica (10,8%).

Ademais, de acordo com as projeções da Win, distribuidora de equipamentos solares, a expectativa é registrar crescimento de 300% neste ano, o mesmo patamar verificado em 2021. O fim do ano de 2022 será essencial para o aumento na compra de painéis fotovoltaicos, em razão dos benefícios fiscais do novo marco regulatório, que dá desconto maior na conta de luz a consumidor que fizer instalação até janeiro de 2023. Por isso, as empresas começam a se movimentar para receber um aumento na busca pelos produtos.

O novo marco regulatório para a produção própria de energia solar no Brasil, aprovado durante o mês de janeiro deste ano, será essencial para esse crescimento na busca por painéis fotovoltaicos e geração do recurso.

Isso acontece porque haverá a isenção de encargos setoriais até o fim de 2045 para quem instalar um sistema de geração própria solar até 7 de janeiro de 2023. Dessa forma, o consumidor que produzir mais do que utiliza poderá jogar a energia excedente na rede elétrica e receber o restante em créditos.

Rodrigo Sauaia, presidente da Absolar, comentou sobre o futuro do setor de energia solar no país e afirmou que os altos custos da energia elétrica e conflitos internacionais impulsionarão um aumento na instalação de novos sistemas no território nacional, como forma de reduzir os gastos com o recurso.

Assim, ele afirmou que “Além do cenário de preços de energia em alta, a lei foi um marco importante depois de dois anos de discussões e traz estabilidade para os investidores e para o consumidor, que está aproveitando para se organizar. Hoje, do total instalado, dois terços são de pequenos painéis solares. Aproveitar essa regra até 2045 é uma oportunidade”.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes