1. Início
  2. / Vagas de Emprego
  3. / 15 minutos! Profissional afirma ter perdido vaga de emprego porque não respondeu recrutador em 15 minutos
Tempo de leitura 4 min de leitura Comentários 0 comentários

15 minutos! Profissional afirma ter perdido vaga de emprego porque não respondeu recrutador em 15 minutos

Escrito por Alisson Ficher
Publicado em 10/07/2024 às 13:49
Jovem diz ter perdido vaga de emprego ao demorar mais de 15 minutos para responder recrutador. (Imagem: reprodução)
Jovem diz ter perdido vaga de emprego ao demorar mais de 15 minutos para responder recrutador. (Imagem: reprodução)

Jovem viralizou no LinkedIn ao perder uma vaga de emprego por demorar mais de 15 minutos para responder o recrutador. O caso gerou indignação e debate sobre práticas de recrutamento. Saiba mais sobre essa história e como evitar perder oportunidades por detalhes como este.

Você já imaginou perder uma oportunidade de emprego por demorar mais de 15 minutos para responder uma mensagem? Parece absurdo, mas foi exatamente o que aconteceu com o gestor de projetos Victor Barros.

Em uma publicação no LinkedIn, a rede social voltada para o mercado de trabalho, Victor compartilhou sua frustração e indignação ao revelar que perdeu uma vaga de emprego por esse motivo.

Victor Barros disse que estava estudando quando recebeu uma mensagem do recrutador. Confiando que poderia responder posteriormente, ele continuou focado em seus estudos e, cerca de 50 minutos depois, respondeu.

Sem nenhum retorno, o profissional mandou outra mensagem, uma semana depois. Foi quando ele descobriu que a empresa já havia escolhido outros candidatos. Em um print da conversa, Victor mostrou o momento em que o RH informou que ele não havia sido selecionado porque demorou mais de 15 minutos para responder.

A indignação de um profissional comprometido

“Não sei bem o que pensar, mas preferi parar a conversa após esse feedback. Eu poderia me justificar, tentar explicar que eu estava estudando quando recebi a mensagem e que todo dia reservo algumas horas para estudar e, durante esse período, realmente não fico com o celular por perto, mas fiquei tão indignado que deixei para lá”, protestou Victor em sua postagem.

Ele ainda fez um apelo aos recrutadores: “Não é pelo tempo de resposta de uma mensagem que você avalia as qualificações de um candidato para uma vaga. Mesmo estando ‘open to work’ (aberto ao trabalho, em inglês), não deixamos de ter responsabilidades e obrigações que nos impedem de ficar 24 horas por dia com o celular na mão para responder prontamente uma mensagem.”

Jovem diz ter perdido vaga de emprego ao demorar mais de 15 minutos para responder recrutador. (Imagem: reprodução)
Jovem diz ter perdido vaga de emprego ao demorar mais de 15 minutos para responder recrutador. (Imagem: reprodução)

A repercussão nas redes sociais

A postagem de Victor rapidamente ganhou repercussão, gerando uma onda de comentários e debates entre os usuários do LinkedIn. Muitos internautas expressaram sua solidariedade e também criticaram a prática de avaliar candidatos pelo tempo de resposta.

“Esses recrutadores esquecem que amanhã, pode acontecer com eles essa mesma situação. Ser um profissional de RH é uma qualidade, não uma obrigação. Respeitem o entrevistado”, afirmou um usuário. Outro comentou: “As empresas fazem o que querem hoje em dia com as pessoas, é muito absurdo.”

A nova realidade do mercado de trabalho

Esse episódio levanta uma discussão importante sobre as práticas de recrutamento e seleção no mercado de trabalho atual. Segundo especialistas, a rapidez na comunicação não deve ser um fator decisivo para a escolha de um candidato.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo site Vagas.com, mais de 70% dos profissionais acreditam que a avaliação baseada na velocidade de resposta é injusta e pode excluir talentos que, por motivos válidos, não conseguem responder de imediato.

Dicas para não perder vagas de emprego

Para evitar situações como a de Victor Barros, aqui estão algumas dicas práticas para quem está em busca de vaga de emprego:

  1. Monitore suas mensagens regularmente: Tente verificar suas mensagens em horários específicos do dia, para não perder nenhuma comunicação importante.
  2. Configure alertas: Utilize ferramentas que enviem notificações para o seu celular ou e-mail, garantindo que você será avisado assim que uma mensagem importante chegar.
  3. Comunique sua disponibilidade: Se você está em um período de estudo ou ocupado, informe os recrutadores sobre seus horários disponíveis para responder mensagens.
  4. Mantenha a calma e explique-se: Caso aconteça de não responder imediatamente, explique ao recrutador o motivo da demora, demonstrando seu interesse pela vaga e comprometimento.

O futuro das práticas de recrutamento

Este caso também ressalta a necessidade de um processo seletivo mais humano e compreensivo. Conforme apontam especialistas em RH, a empatia e a compreensão das circunstâncias dos candidatos são fundamentais para construir um ambiente de trabalho saudável e justo.

A história de Victor Barros nos faz refletir sobre a velocidade do mundo digital e como ela afeta nossas vidas profissionais.

E você, já passou por uma situação semelhante? O que acha das práticas de recrutamento usadas hoje em dia? Deixe sua opinião nos comentários!

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Alisson Ficher

Jornalista formado desde 2017 e atuante na área desde 2015, com seis anos de experiência em revista impressa e mais de 12 mil publicações online. Especialista em política, empregos, economia, cursos, entre outros temas. Se você tiver alguma dúvida, quiser reportar um erro ou sugerir uma pauta sobre os temas tratados no site, entre em contato pelo e-mail: alisson.hficher@outlook.com. Não aceitamos currículos!

Compartilhar em aplicativos
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x