100 mil vagas de emprego para a construção da ponte Salvador – Itaparica

empregos Bahia ponte Salvador-Itaparica

A ponte Salvador-Itaparica terá 12,4 quilômetros de extensão e integrará o Sistema Viário do Oeste (SVO), que beneficiará dez milhões de pessoas

O aviso de licitação para construção da Ponte Salvador – Itaparica, foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira, 18 de setembro. Técnicos e Analistas são recrutados para atuação em plantas petroquímicas na Bahia

A ponte Salvador-Itaparica terá 12,4 quilômetros de extensão e integrará o Sistema Viário do Oeste (SVO), que beneficiará dez milhões de pessoas, que vivem em cerca de 250 municípios da Bahia.

Orçado em R$ 5,34 bilhões, com aporte de R$ 1,51 bilhão do governo do estado, o plano de desenvolvimento prevê o estímulo a nove setores: educação, saúde, segurança pública, logística, indústria naval, turismo, agricultura, comércio e construção civil.

Em 30 anos, a expectativa é que o crescimento dessas atividades crie 100 mil novos postos de trabalho.

A ponte Salvador-Ilha de Itaparica será a segunda maior da América Latina e ocupará a 23ª posição no ranking mundial de pontes.

Interessados

Foram apresentados em junho deste ano, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), em Salvador, os detalhes técnicos do projeto aos chineses, italianos, espanhóis e franceses,

As empresas que tiveram representação no evento foram a Acciona (Espanha), CCCC e Concremat (China), CREC (China), Hydros Engenharia (Brasil), Salini Impregilo (Itália), OAS (Brasil) e Vinci (França). Além dos bancos BNB, BNDES, BOCOM, Haitong, CCB e CDB e representante do Consulado da Itália.

O governo da Bahia sinalizou, em março, que esperava realizar em setembro, na Bolsa de Valores de São Paulo, o leilão para a escolha da empresa que vai construir e explorar, por 30 anos, a ponte.

“Até o final de novembro, nós faremos o leilão na Bolsa de Valores de São Paulo”, disse o governador Rui Costa durante transmissão nas redes sociais na noite de ontem.

Histórico
O debate sobre a construção da ponte Salvador-Ilha de Itaparica e a necessidade de integração do fluxo de mercadorias, serviços e pessoas entre Salvador, Recôncavo e a Ilha não é recente.

Em 1967, o arquiteto Sérgio Bernardes formulou uma proposta dentro do Plano Diretor do Centro Industrial de Aratu (CIA), que criava um anel viário, com três tipos de traçados: dois para o trânsito de veículos pesados, e a ponte interligando a capital e Itaparica.

Apesar de algumas obras terem sido executadas, como a BR-324 e a BA-001, a ponte para atravessar a Baía de Todos-os-Santos não havia saído dos arquivos públicos até o governo do petista Jaques Wagner decidir alavancar obras estruturantes.

O edital da concorrência pública e seus anexos poderão ser obtidos, a partir do próximo dia 23, no site da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), pelo endereço www.infraestrutura.ba.gov.br, no menu Editais. Os interessados poderão obter informações através do e-mail [email protected] e do telefone (71) 3115-2174.

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.