MENU
Menu
Início TotalEnergies e Fiabe Participações lideram corrida com pedidos para eólicas offshore no Brasil

TotalEnergies e Fiabe Participações lideram corrida com pedidos para eólicas offshore no Brasil

30 de janeiro de 2024 às 21:46
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Turbina eólica, energia, offshore
Foto: Reprodução Motor Pasion

Brasil se prepara para a revolução das eólicas offshore: TotalEnergies e Fiabe Participações anunciam projetos massivos!

A TotalEnergies está na vanguarda da expansão das eólicas offshore no Brasil, com a apresentação de quatro novos pedidos de licenciamento para parques eólicos offshore em diferentes estados brasileiros. Estes projetos, localizados no Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Piauí, somam uma impressionante capacidade instalada de 12,1 GW. Além disso, a Fiabe Participações também está entrando nesse mercado com um pedido de 2,8 GW para um projeto no Espírito Santo.

Investimento e crescimento

Esses pedidos de licenciamento representam um grande impulso para o setor de energia renovável no Brasil. Com a adição desses novos projetos, o total de pedidos de licenciamento no país atingiu 96, somando uma capacidade impressionante de 234,2 GW. Isso marca um aumento significativo em relação à última atualização do Ibama, que registrava 219,2 GW em setembro de 2023.

Artigos recomendados

O interesse da TotalEnergies e da Fiabe Participações em expandir suas operações no Brasil reflete o potencial promissor do mercado de energia eólica offshore no país. A TotalEnergies já tinha 9 GW em três projetos de eólicas offshore em licenciamento, e em setembro assinou um acordo com a Petrobras e a Casa dos Ventos para estudar projetos renováveis, incluindo eólicas offshore.

Contexto internacional

Enquanto o Brasil vê um crescimento promissor no setor, o cenário global das eólicas offshore enfrenta desafios. Companhias como a Equinor e a bp cancelaram um projeto de 1,2 GW na costa de Nova York devido a condições comerciais desfavoráveis impulsionadas pela inflação, taxas de juros e interrupções na cadeia de suprimentos.

No Brasil, o setor aguarda a aprovação do marco legal das eólicas offshore, que foi aprovado na Câmara (PL 11247/2018) no final de novembro e agora aguarda decisão no Senado. Esse marco legal é crucial para o desenvolvimento futuro do setor de energia eólica offshore no país, e também aborda questões como o preço do gás natural e a recontratação de usinas a carvão até 2050.

O projeto da TotalEnergies e Fiabe Participações

A TotalEnergies, como uma das principais empresas de energia do mundo, possui uma presença global e um compromisso com a transição energética. Sua experiência em projetos de grande escala eólica offshore contribui para a credibilidade do projeto.

Por outro lado, a Fiabe Participações traz consigo um conhecimento profundo do mercado brasileiro de energia e uma compreensão das necessidades e oportunidades específicas do país. Sua expertise local pode ser crucial para garantir que os projetos sejam bem-sucedidos e alinhados com as regulamentações e exigências locais.

Inscreva-se
Notificar de
guest
Para confirmar a sua inscrição e receber notificações quando alguém responder seu comentário, coloque o e-mail no-reply@clickpetroleoegas.com.br na lista de contato confiáveis, as vezes a mensagem pode cair na caixa de lixo/spam, então verifique nestas pastas também.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x