Raízen investe R$ 300 milhões para construir nova fábrica de biogás em São Paulo

Valdemar Medeiros
por
-
27-04-2022 12:22:50
em Indústria e Construção Civil
Raízen - São Paulo - biogás - biometano - fábrica Joint venture Raízen Geo Biogás investe em biometano – imagem: Divulgação




A Raízen está investindo R$ 300 milhões na construção da sua nova fábrica de Biogás que produzirá matéria-prima para a empresa Yara Brasil.

Em comunicado oficial ao mercado divulgado nesta terça-feira (26), a Raízen anunciou que começará o desenvolvimento de uma nova unidade voltada para a produção de biogás e a expectativa é que a fábrica comece suas operações em São Paulo já no próximo ano. O anúncio da empresa já era esperado desde setembro de 2021, quando a companhia fechou uma parceria com a Yara Brasil Fertilizantes envolvendo a venda de mais de 20 mil metros cúbicos por dia.

Fábrica de biogás terá capacidade suficiente para abastecer cerca de 200 mil casas no estado

De acordo com o documento, a Raízen investirá R$300 milhões na fábrica de Biogás, que ficará anexa à usina Costa Pinta, no município de Piracicaba, em São Paulo. No mesmo local, a sucroenergética já produz etanol de segunda geração.

Desse modo, essa será a primeira planta da empresa destinada a produção de gás natural renovável. A empresa conta com uma fábrica de biogás em Guariba (SP), mas esta tem como foco a produção de energia elétrica. A capacidade de produção de biogás da unidade da Raízen em São Paulo será de 26 milhões de m³ por ano. De acordo com a empresa, o volume tem capacidade suficiente para abastecer cerca de 200 mil casas no estado.

Entretanto, a Raízen informou que o biogás produzido na fábrica já tem um destino final, tendo sido completamente comercializado para a Yara Brasil Fertilizantes e para a Volkswagen do Brasil, em contratos de longo prazo. De acordo com o comunicado da empresa, o projeto da fábrica expande o portfólio da Raízen de soluções em energia limpa e renovável, reforçando o papel da companhia na transição energética do Brasil, gerando valor aos clientes, fornecedores, consumidores e acionistas.

Entenda porque a Yara Brasil comprou Amônia Verde

De acordo com o que foi anunciado em setembro, a Yara planeja utilizar o produto para a fabricação de hidrogênio e amônia verde em seus parques industriais. Sendo assim, o biometano deve ser injetado nos dutos da Comgás até a planta de amônia da Yara em Cubatão (SP).

Ainda segundo a empresa, em um comunicado enviado à imprensa, o volume adquirido, que é de 20 mil m³ por dia, representa cerca de 3% do montante consumido pela unidade fabril. De acordo com Daniel Hubner, vice-presidente de soluções industriais, o uso dessa matéria-prima no processo de produção é uma manifestação concreta dos esforços da empresa no Brasil em promover a descarbonização de suas plantas.

Conheça a Raízen

A empresa mobiliza pessoas e potencializa negócios através da energia que entrega. Os negócios da companhia estão amparados em várias raízes e por isso está presente na vida de milhares de pessoas todos os dias. A empresa atua com a ousadia de quem pensa grande, sempre visando o futuro e a inovação, o comprometimento com a ética, sustentabilidade e segurança.

A Raízen foi fundada em 2011 a partir da Joint Venture entre a Shell e a Cosan. Neste mesmo ano, conquistou a certificação Bonsucro. No ano seguinte a empresa alcançou o grau de investimento com notas máximas por Fitch, Moody’s e S&P.

A companhia é uma das empresas mais competitivas no setor elétrico do mundo. Apenas no último a Raízen faturou mais de R$ 114,6 bilhões e teve um EBITDA de R$ 6,6 bilhões, sendo a 4ª empresa em faturamento do Brasil e a segunda maior empresa distribuidora de combustíveis no país. Conta com 35 unidades de produção de açúcar, bioenergia e etanol, entre outros.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.