Profissional marítimo: Saiba como se formar, salários e instituições que ministram o curso

Paulo Nogueira
por
-
29-11-2017 09:00:59
em Petróleo, Óleo e Gás
Os salários vão de 4 mil a 30 mil reais por mês para quem tem formação marítima no Brasil com escolaridade a partir do ensino fundamental.




Os salários vão de 4 mil a 30 mil reais por mês para aqueles com formação marítima no Brasil e escolaridade a partir do ensino fundamental.

Os salários das funcionários que trabalham em unidades marítimas e o conhecimento dos oceanos vem atraindo muitas pessoas para o trabalho em plataformas e navios, mas comumente chamado de “Offshore”. Estudos dizem que este ramo é bem amplo e tem a tendência de se manter aqui no Brasil. Mas enganam-se aqueles que pensam que entrar nesta carreira profissional seja tão fácil assim.

Em primeiro lugar, deve-se saber qual profissão deseja se dedicar: Oficial ou Marinheiro. Independente de serem empresas do segmento privado ou público, as duas carreiras devem passar pela formação e autorização da Marinha, que tem a posse do Programa de Ensino Profissional Marítimo (Prepom).

Para oficiais, as remunerações geralmente começam em 10 mil reais e podem chegar os 30 mil reais para cargos de comandantes. No Brasil, apenas duas instituições de ensino ministram o curso: O CIAGA, localizado no Rio de Janeiro, e o Ciabá, em Belém( o ingresso acontece através de concurso público apenas). Por isso que a maioria de profissionais nestas funções são cariocas e paraenses.

As duas instituições ministram os cursos de Oficiais de Maquinas e Oficiais de Navegação e há dois meios para entrar neste mercado. Depois de terminar o curso, o aluno é OBRIGADO A EMBARCAR POR 1 ANO, com um descanso de 30 dias. Bastante pessoas não conseguem se adaptar a vida marítima e acabam abandonando a carreira.

1ª forma de entrar

A primeira maneira de entrar é fazer o Efomm (Escola de Formação de Oficial da Marinha Mercante). Necessário ter no máximo 23 anos, ser aprovado e fazer o curso por 36 meses( 3 anos). Ao término, você estará formado como Bacharel em Ciências Náuticas.

No período de estudo, o aspirante a marítimo  ficará em ambiente militar, ou seja, em regime de internado e com uma bolsa de um pouco mais de um salário mensal e ao final do curso, recebe-se um “soldo” segundo o critério do ano vigente. Em 2014 está diferença de soldo ficou em 20 mil reais. O estudante que tiver o curso superior, será possível fazer uma prova de nivelamento, eliminar matérias e diminuir o tempo de curso, geralmente por um ano apenas.

2ª forma de entrar

Para a função de marinheiro, os salários iniciam-se em 4 mil reais em regime marítimo. A forma mais simplificada é fazer o Curso de Aquaviários (Cfaq), em algumas sedes de Marinha espalhadas pelo Brasil ministram este curso que duram de 3 a 6 meses. Você deve ter o ensino fundamental, fazer um teste, e ter indicação de qualquer empresa do segmento para fazer estágio para garantir seu emprego mais na frente.

Se você você tem formação profissional em Mecânica, Elétrica, Cozinha, Enfermagem e Taifeiro, vocês poderão estar fazendo o Curso de Adaptação Profissional  (Caac), também ministrado pela Marinha e ir para o abraço, porque o salário é bem melhor do que marinheiros e moços de convés. Para ver ver os concursos em aberto, vá no site da Marinha  (www.mar.mil.br) ou  sindicatos das profissões (Sindmar para oficiais e Sindicato Nacional de Marinheiros e Moços em Transportes Marítimos).

E ai, gostou da matéria? Compartilhem este publicação, ative as notificações no “sininho vermelho ai do lado” e curtam a página Click Petróleo e Gás, sempre estamos postando notícias relativos à empregos e economia deste segmento. Você também pode gostar da matéria de Como se Tornar um Profissional Offshore.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.