Menu
Início Principais produtos importados pelo Brasil no início de 2024

Principais produtos importados pelo Brasil no início de 2024

19 de abril de 2024 às 16:13
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Conheça os principais produtos que o Brasil importou no primeiro trimestre
Foto: Carolina Lara

Importações brasileiras crescem em volume e variedade

O Brasil registrou um superávit comercial de impressionantes US$ 19,08 bilhões no primeiro trimestre de 2024, marcando um aumento de 22,2% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Esses números são uma clara indicação de que a economia brasileira continua a expandir sua presença no cenário global.

Helmuth Hofstatter, CEO e fundador da Logcomex, destaca que houve um aumento modesto de 6,5% na quantidade de produtos importados pelo Brasil. Ele também informou que o peso total dos produtos importados atingiu a marca de mais de 40 bilhões de quilos. No entanto, o preço médio desses produtos viu uma redução de 4%, com o valor FOB do trimestre chegando a US$ 59,2 bilhões, o que também reflete uma pequena queda de 2% em relação a 2023.

Artigos recomendados

Detalhamento dos produtos importados

Dentre os itens mais importados estão o gasóleo (óleo diesel), com destaque para o seu código NCM 27101921, seguido de óleos brutos de petróleo e outros cloretos de potássio. Produtos químicos, naftas para petroquímica e hulha betuminosa também foram significativos nas importações, mostrando a diversidade das necessidades industriais do país.

Segundo Hofstatter, é importante observar que houve um declínio de 16% no valor FOB dos produtos químicos importados. Por outro lado, o segmento de eletrônicos viu um crescimento de 1,2%, enquanto o de máquinas e equipamentos teve um impressionante aumento de 9%. Esses dados indicam mudanças significativas nas tendências de importação e nos setores econômicos que estão se expandindo mais rapidamente.

Parceiros comerciais principais

Os principais exportadores para o Brasil, medidos pelo valor FOB, foram a China, os Estados Unidos, a Alemanha, a Argentina e a Rússia. Esses países continuam a ser vitais para as operações de comércio exterior do Brasil, fornecendo uma vasta gama de produtos que sustentam várias indústrias brasileiras.

Sobre a Logcomex

Fundada em 2016, a Logcomex é uma das maiores startups do Brasil na área de comércio exterior. A empresa oferece uma plataforma tecnológica que permite a empresas de todos os tamanhos planejar, monitorar e automatizar suas operações de supply chain globalmente. Com cerca de 300 colaboradores, a Logcomex mantém presença em mais de 11 países, distribuídos por cinco continentes.

Sobre Helmuth Hofstatter

Helmuth Hofstatter, um empreendedor Endeavor com mais de duas décadas de experiência em logística internacional e comércio exterior, co-fundou a Logcomex e desde então tem liderado a empresa, focando no desenvolvimento de tecnologia e gestão de produtos. Ele é apaixonado por inovações que transformam o comércio exterior e a logística global.

Este relatório sobre as importações brasileiras ilustra não apenas a capacidade do país de se integrar na economia global, mas também destaca como empresas inovadoras como a Logcomex estão na vanguarda desse processo, fornecendo ferramentas essenciais para o sucesso no ambiente competitivo atual.

Fonte:

Carolina Lara

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x