MENU
Menu
Início Primeira plataforma de poço não tripulada da Equinor iniciará em Setembro

Primeira plataforma de poço não tripulada da Equinor iniciará em Setembro

25 de agosto de 2018 às 15:11
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Primeira plataforma de poço não tripulada da Equinor iniciará em setembro

A Equinor iniciará a produção da plataforma Oseberg H em setembro após receber a aprovação inicial da Norwegian Petroleum Directorate NPD

Oseberg H é uma nova plataforma de cabeçote não tripulada que faz parte do projeto de desenvolvimento Oseberg Vestflanken 2 no Mar do Norte. Oseberg H é um novo tipo de plataforma norueguesa. A NPD acrescentou que é positivo para o desenvolvimento e uma solução econômica as plataformas de cabeça de poço não tripuladas. Os investimentos previstos na nova tecnologia totalizaram mais 8,2 bilhões NOK´s. O projeto aumentará as reservas recuperáveis em Oseberg em 17,6 milhões de metros cúbicos de petróleo e gás. Para lembrar, a Equinor recebeu o consentimento da Autoridade de Segurança de Petróleo para colocar a plataforma Oseberg H em operação.

Oseberg H e Vestflanken 2

A Equinor é a operadora do campo de Oseberg, que fica no setor norte do Mar do Norte. O campo foi construído em várias etapas utilizando alta tecnologia da época e sua produção iniciou em 1988. O Ministério de Petróleo e Energia da Noruega sancionou em junho de 2016. O Vestflanken 2 foi desenvolvido usando a plataforma de cabeça de poço fixa Oseberg H com dez conexões de poço. Os poços serão operados remotamente e monitorados a partir do centro de campo de Oseberg. Além de Oseberg H com seus dutos associados e umbilical, o plano inclui o uso continuado do modelo submarino G4 juntamente com as modificações no centro de campo de Oseberg.

A plataforma  instalada em 2017 é a primeira plataforma de cabeçote não tripulado da Equinor e com uma parte superior pesando apenas 1.100 toneladas tornando à menor plataforma da empresa. Devido ao seu tamanho, ela não possui equipamentos de processamentos, alojamentos, instalações de perfuração ou heliponto. Oseberg Vestflanken 2 é a primeira de três fases planejadas para o desenvolvimento das reservas remanescentes.

Oseberg Vestflanken 2 Illustration / Image source: Equinor

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR