MENU
Menu
Início Potencial da indústria extrativa sustenta crescimento econômico do Rio em 2024

Potencial da indústria extrativa sustenta crescimento econômico do Rio em 2024

20 de fevereiro de 2024 às 22:10
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Indústria extrativa mantém-se promissora para o Rio de Janeiro em 2024
Foto: Juliana Costa Agência A+

Setor extrativo impulsiona desenvolvimento regional com práticas inovadoras e sustentáveis

O estado do Rio de Janeiro se destaca em 2024 como um polo vital para a indústria extrativa, consolidando sua importância para o crescimento econômico da região. Este setor, essencial na extração de recursos como petróleo, gás natural, minérios e carvão, é peça chave para diversas áreas da economia, incluindo a construção civil, indústria automobilística e a geração de energia, refletindo a riqueza natural do estado e um compromisso cada vez maior com a sustentabilidade.

Um panorama de crescimento robusto

Dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam um avanço notável para o Rio de Janeiro, com o setor industrial do estado superando as médias nacionais. A produção no segmento de óleo e derivados de petróleo, incluindo a indústria extrativa, viu um aumento de 8,5%, enquanto os derivados de petróleo cresceram 11,2%. Esse impulso não só fortaleceu o setor industrial fluminense como também evidenciou o papel significativo da construção civil, que registrou um aumento impressionante de 16,1% nas suas atividades.

Artigos recomendados

Fatores impulsionadores do sucesso

Vários elementos contribuem para o dinamismo da indústria extrativa no Rio de Janeiro, segundo Gladstone Santos, vice-presidente interino da Rio Indústria. Entre eles, destacam-se:

  • Recursos Naturais Abundantes: O estado é rico em petróleo e gás natural, recursos que solidificam a posição da indústria extrativa como um dos pilares econômicos da região.
  • Investimentos em Infraestrutura: Novas refinarias e terminais de petróleo são alguns dos projetos que têm recebido investimentos significativos, impulsionando a indústria de derivados de petróleo.
  • Expansão do Mercado Internacional: A demanda global por produtos derivados de petróleo tem estimulado a produção e exportação fluminense, reforçando a presença do estado no comércio exterior.
  • Incentivos Fiscais e Políticas Favoráveis: Estratégias governamentais de incentivo e benefícios fiscais têm atraído investimentos substanciais para o setor, promovendo um ambiente propício ao desenvolvimento industrial.

Perspectivas futuras e sustentabilidade

Olhando para o futuro, a Associação de Indústrias do Estado do Rio de Janeiro identifica um cenário otimista para a indústria local em 2024, com um potencial significativo de crescimento em segmentos como energias renováveis, além da indústria naval e offshore. Essa tendência sinaliza não apenas o fortalecimento econômico, mas também uma evolução em direção a práticas mais sustentáveis e responsáveis, alinhadas com as necessidades globais de preservação ambiental e eficiência energética.

A indústria extrativa do Rio de Janeiro, portanto, não só desempenha um papel crucial na economia regional como também lidera pelo exemplo em inovação e responsabilidade ambiental. Este setor continua a ser um vetor de transformação econômica, demonstrando que é possível aliar crescimento sustentável com avanços tecnológicos e ambientais.

Fonte: Juliana Costa – Agência A+

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x