Início Porto do Recife ganha destaque na movimentação de cargas e comemora finalização da dragagem para receber navios ainda maiores

Porto do Recife ganha destaque na movimentação de cargas e comemora finalização da dragagem para receber navios ainda maiores

20 de julho de 2022 às 02:37
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A recém-finalizada obra de dragagem possibilitou um aumento no calado do Porto do Recife e, com isso, o complexo poderá receber navios ainda maiores para a movimentação de cargas, tornando a sua crescente nessas operações ainda maior.
Foto: Porto do Recife/Divulgação

A recém-finalizada obra de dragagem possibilitou um aumento no calado do Porto do Recife e, com isso, o complexo poderá receber navios ainda maiores para a movimentação de cargas, tornando a sua crescente nessas operações ainda maior.

O Porto do Recife, localizado no estado de Pernambuco, recebeu a aprovação da batimetria da obra de dragagem recém-terminada em seus berços, com a avaliação realizara pelo CHM (Centro Hidrográfico da Marinha), na última quinta-feira, (14/07), e comemorou a finalização das obras. Com o novo calado máximo no complexo pernambucano, a movimentação de cargas, que já vem em uma forte crescente nos últimos meses, poderá se tornar ainda mais expressiva e receber navios ainda maiores nos próximos meses.

Obras de dragagem para aumento do calado do Porto do Recife são finalizadas e complexo aproveita a nova profundidade para receber novos navios

O CHM finalizou a avaliação das obras de dragagem nos berços do Porto do Recife e concedeu a aprovação da batimetria do processo, garantindo assim a finalização total do projeto de expansão do calado do complexo. Dessa forma, o porto pernambucano tem uma profundidade ainda maior para a navegação de navios nas operações de movimentação de cargas e deverá aproveitar o cenário para expandir atividades no segmento. 

Artigos recomendados

Assim, o relatório final quanto às obras de dragagem no Porto do Recife apontam que os  berços 00 e 01 conseguiram uma marca de profundidade de 10 metros; o trecho entre os berços 02 e 06 chegou a 11 metros; e a profundidade entre os berços 07 e 09 passou para oito metros. Além disso, segundo os dados do próprio CHM, o calado máximo desses berços, com a finalização das obras de dragagem, poderá chegar em 12,60 m, 13,60 m e 10,6 m, respectivamente, durante os momentos de maré alta. 

A finalização das obras de dragagem foi o grande marco da gestão do presidente do Porto do Recife, José Lindoso passa, que passará o seu cargo para Tito Lívio Morais durante a próxima semana. Além disso, Lindoso foi responsável pelos investimentos da Liquiport no Porto do Recife, que pretende montar uma nova bateria de sete silos para movimentação de malte de cevada. Dessa forma, a gestão do executivo trouxe ao complexo pernambucano uma forte perspectiva de crescimento na movimentação de cargas. 

Movimentação de cargas tem aumento expressivo no complexo portuário e dragagem do complexo possibilitará expandir esses números com navios de grande porte

Mesmo antes da finalização das obras de dragagem no Porto do Recife, a movimentação de cargas no complexo já vinha apresentando um forte crescimento e, somente durante o mês de junho, o porto teve um aumento de 90,24% na movimentação, marcando assim o mais produtivo junho dos últimos três anos. Nesse período, um total de 31 navios passaram pela capital pernambucana e movimentaram 109.625 toneladas de produtos, número bastante significativo em comparação com as 57.625 toneladas de 2021. 

Entre os principais produtos movimentados no complexo pernambucano, os grandes destaques são o trigo, barrilha, malte de cevada e fertilizantes. Dessa forma, José Lindoso, presidente do Porto do Recife, comentou que “Esse crescimento dos fertilizantes fora de época está associado ao cenário mundial, à guerra e à dificuldade de fornecimento do produto. Como o importador não pode deixar de atender seus clientes, eles têm movimentado uma maior quantidade de fertilizantes para garantir estoque”.

As companhias de bebida vêm utilizando fortemente o malte de cevada e a barrilha para suas produções e, por isso, o produto fechou junho com um crescimento de 80,9%, movimentando 19.904 toneladas. Agora, com a finalização das obras de dragagem, navios ainda maiores chegarão ao complexo e possibilitarão um aumento nesse número.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes