Início Porto do Paranaguá recebe navio que garante redução no consumo de combustível com tecnologia de velas rotatórias

Porto do Paranaguá recebe navio que garante redução no consumo de combustível com tecnologia de velas rotatórias

5 de maio de 2022 às 13:52
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Esse é o primeiro navio a utilizar o vento para uma tecnologia inovadora que garante uma alta redução no consumo de combustível e deverá continuar com as operações de movimentação de cargas com foco nos fertilizantes no Porto de Paranaguá
Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná

Esse é o primeiro navio a utilizar o vento para uma tecnologia inovadora que garante uma alta redução no consumo de combustível e deverá continuar com as operações de movimentação de cargas com foco nos fertilizantes no Porto de Paranaguá

Após chegar para o desembarque de cargas de fertilizantes, o navio MV Afros partiu na terça-feira, (03/05), para a Argentina e deve retornar ao Porto de Paranaguá, no Paraná, ainda neste mês. A embarcação é a pioneira na utilização de velas rotatórias para criar uma tecnologia que reduz o consumo de combustível. Com isso, o navio garante muito mais sustentabilidade dentro das suas operações de movimentação de cargas no complexo. 

Navio MV Afros é destaque em sustentabilidade no Porto de Paranaguá ao utilizar tecnologia de velas rotatórias para reduzir o consumo de combustível 

Com a chegada de uma grande quantidade de embarcações para o desembarque de toneladas de fertilizantes no Porto de Paranaguá, o navio MV Afros conseguiu um grande destaque no local. Isso se deve à tecnologia inovadora e pioneira de uso de velas rotatórias para utilizar a ajuda do vento na movimentação da embarcação, garantindo assim uma alta redução no consumo de combustível e, consequentemente, mais sustentabilidade nas operações. 

Artigos recomendados

O navio atracou na última quinta-feira (26) no Porto de Paranaguá, vindo do porto da Klaipeda, na Lituânia, com 48 mil toneladas de cloreto de potássio. E, embora tenha seguido nesta última terça-feira para a Argentina, a embarcação tem previsão de voltar ao Paraná ainda neste mês para o desembarque de novas toneladas de fertilizantes. Esse é o primeiro navio a utilizar a ajuda do vento por meio das velas rotatórias nessas operações, visando uma redução no consumo de combustível em todas as suas atividades de desembarque de cargas. 

Além disso, o MV Afros também conta com sistemas inovadores que evitam derramamento de granéis, derramamento de óleo e acidentes de trabalho, o que garante ainda mais eficiência na movimentação de cargas. Por fim, uma outra tecnologia que garante mais segurança nas operações são os testes frequentes dos freios de guinchos que tracionam os cabos de amarração e uma passarela para que os trabalhadores não corram riscos ao acompanhar o carregamento final do porão. Assim, o navio consegue não só mais produtividade e eficiência no desembarque de fertilizantes, mas também uma operação segura para todos. 

Equipes da Portos do Paraná visitaram navio MV Afros para conhecer tecnologia inovadora de utilização de velas rotatórias no desembarque de cargas

Após a chegada do navio no Porto de Paranaguá e o grande destaque que a embarcação conseguiu, algumas equipes da companhia Portos do Paraná visitaram o veículo. Assim, João Paulo Ribeiro Santana, diretor de Meio Ambiente da empresa pública, comentou sobre a tecnologia inovadora e afirmou que “O Porto de Paranaguá é signatário do Pacto Global da ONU e estuda estratégias para atrair embarcações que estejam alinhadas com essas intenções, entre elas auxiliar na redução de emissão de gases de efeito estufa”.

Com testes iniciais feitos no ano de 2018 para a redução no consumo de combustível, o MV Afros conseguiu uma economia de combustível que chegou a 12,5% no primeiro mês. Além disso, apenas no início das operações, usando 73 toneladas de combustível a menos, a embarcação reduziu a emissão de 235 toneladas de gás carbônico. Essa tecnologia foi desenvolvida no Reino Unido e, agora, está sendo levada ao mundo inteiro para a redução no consumo de combustível. 

Por fim, a empresa destacou que esse é o tipo de navio que deve ser priorizado nas operações de movimentação de cargas no Porto de Paranaguá, uma vez que o compromisso ambiental e com a sustentabilidade são pontos essenciais para o mercado internacional atual.

Relacionados
Mais recentes