MENU
Menu
Início O que esperar das novas baterias: a revolução silenciosa na energia solar fotovoltaica

O que esperar das novas baterias: a revolução silenciosa na energia solar fotovoltaica

27 de fevereiro de 2024 às 19:35
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
O que esperar das novas baterias: a revolução silenciosa na energia solar fotovoltaica
Foto: Divulgação/Solar Ed

Luz no fim do túnel, como as baterias estão iluminando o caminho após o apagão de 2023

No mundo da energia solar fotovoltaica, um novo protagonista emerge com força total: as baterias. Este avanço tecnológico, especialmente relevante após o apagão nacional que marcou 2023, não apenas movimentou o mercado solar como também redefiniu o conceito de sustentabilidade e independência energética. Mas, por que essa súbita ascensão das baterias no cenário da energia solar fotovoltaica?

A resposta para a crescente popularidade das baterias na energia solar fotovoltaica reside em uma combinação de fatores. Primeiramente, a constante evolução tecnológica. As baterias de lítio, por exemplo, passaram por melhorias significativas, tornando-se mais eficientes, duráveis e, o mais importante, acessíveis. Esse progresso tecnológico oferece uma solução robusta para armazenamento de energia, garantindo que o sol nunca se ponha para aqueles que optam pelo solar.

Artigos recomendados

Nova era para a energia solar

O apagão nacional de 2023 serviu como um despertar coletivo para a vulnerabilidade da nossa rede elétrica tradicional. Nesse contexto, as baterias surgem como heróis silenciosos, oferecendo uma alternativa confiável e ininterrupta de energia. Para os adeptos da energia solar fotovoltaica, isso significa não apenas uma solução para os cortes de energia mas também uma estratégia econômica para gerenciar os custos de energia, aproveitando as tarifas variáveis e armazenando energia quando mais barata para uso posterior.

Desmistificando o investimento em baterias

Contrariamente à crença popular de que as baterias representam um investimento proibitivo, a realidade é bastante diferente. A análise do custo nivelado da energia (LCOE) revela que, a longo prazo, o investimento em baterias pode ser economicamente viável, especialmente quando consideramos a inflação energética e a crescente demanda por soluções de energia renovável.

A venda e implementação de baterias para energia solar fotovoltaica não adotam uma abordagem única para todos. Cada consumidor, seja residencial, empresarial ou industrial, tem necessidades específicas. Por isso, a venda consultiva se torna essencial para identificar a solução perfeita que atenda às demandas de cada cliente, garantindo não apenas satisfação mas também eficiência energética e economia.

O futuro do armazenamento de energia

Com diversas soluções no mercado, como as oferecidas pela AP Sistens e Solar Ed, os consumidores têm à disposição um leque de opções para armazenamento de energia. Cada tecnologia vem com suas particularidades, seja em termos de instalação, capacidade de armazenamento ou integração com sistemas existentes, evidenciando a importância de uma escolha informada e adaptada às necessidades individuais.

As baterias, como solução para a energia solar fotovoltaica, estão não apenas transformando a maneira como consumimos energia mas também pavimentando o caminho para um futuro mais verde e sustentável. Com as barreiras de custo sendo progressivamente derrubadas e a tecnologia avançando a passos largos, o setor solar está mais vibrante do que nunca. Resta a nós abraçar essa revolução energética, reconhecendo as baterias como peças-chave na expansão da energia solar fotovoltaica.

Últimos lançamentos de baterias para energia solar

Em uma era marcada pela urgência em buscar soluções energéticas sustentáveis e confiáveis, as baterias emergem como protagonistas na revolução da energia solar fotovoltaica. Com o lançamento de produtos inovadores como o Tesla Megapack, a CATL LFP, a Samsung SDI PRISM e a LG Chem RESU, observamos não apenas um avanço tecnológico, mas uma verdadeira metamorfose no armazenamento de energia.

Tesla Megapack: Lançado em 2019, o Megapack da Tesla simboliza um marco no armazenamento de energia em grande escala. Com capacidade para armazenar até 3 MWh, esta bateria de íon-lítio é uma solução robusta para a integração de energias renováveis, como solar e eólica, ao grid elétrico, promovendo uma maior estabilidade e confiabilidade no fornecimento de energia.

CATL LFP: Em 2021, a CATL lançou sua própria versão de bateria LFP de alta densidade energética, destinada tanto a veículos elétricos quanto ao armazenamento de energia em larga escala. Esta inovação reflete o compromisso da indústria em oferecer alternativas mais seguras, duráveis e economicamente viáveis.

Samsung SDI PRISM: A chegada da bateria PRISM da Samsung SDI, em 2022, reforça a tendência de baterias de íon-lítio de alta densidade energética projetadas para aplicações diversas, desde veículos elétricos até sistemas de armazenamento de energia em grande escala. Sua promessa de maior segurança e durabilidade, aliada a custos reduzidos, sinaliza um futuro promissor para a energia renovável.

LG Chem RESU: Também em 2022, a LG Chem lançou a bateria RESU, projetada para armazenamento de energia residencial, destacando-se por sua alta densidade energética. Como as demais inovações, a RESU promete maior segurança e uma vida útil prolongada, contribuindo para a popularização da energia solar fotovoltaica em lares ao redor do mundo.

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x