MENU
Menu
Início New Fortress Energy Brasil lança terminal de GNL pioneiro no Pará

New Fortress Energy Brasil lança terminal de GNL pioneiro no Pará

1 de março de 2024 às 14:42
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
New Fortress Energy Brasil
Foto: Diretora de Comunicação e RP |  New Fortress Energy  – Edelman.

A inauguração marca um avanço significativo para a sustentabilidade e transição energética na Amazônia

A New Fortress Energy (NFE) Brasil celebrou a inauguração de seu primeiro terminal de importação de gás natural liquefeito (GNL) na Baía do Marajó, em Barcarena, Pará, em um evento que reuniu figuras governamentais de vários níveis. Este marco, alcançado no dia 28 de fevereiro de 2024, é visto como um passo crucial para a redução das emissões de carbono na região, com potencial para diminuir a poluição do ar em até 30% e estabelecer a área como um exemplo de preservação ambiental e transição para energias mais limpas.

O projeto, que demandou um investimento de R$ 300 milhões e empregou 70% de mão de obra local, destaca-se pela sua capacidade de regaseificação de até 15 milhões de metros cúbicos diários, respondendo por 22% do consumo de gás natural do Brasil em 2022.

Artigos recomendados

A infraestrutura e seu impacto

A chegada do navio FRSU Celsius, diretamente de Singapura, marcou a última fase antes da inauguração do terminal. Essa unidade flutuante de armazenamento e regaseificação possui uma extensão notável, comparável a quase seis piscinas olímpicas, e é essencial para o processamento do gás que alimentará a região. A localização estratégica do terminal permite não só atender às necessidades do Pará e da Amazônia, mas também viabilizar o transporte do GNL para áreas mais remotas, necessitadas de uma fonte de energia segura e sustentável.

A Hydro Alunorte, principal consumidora na região, substituirá o uso de óleo combustível por gás natural, prevendo uma redução nas emissões locais de CO2 em cerca de 700 mil toneladas anuais. Este movimento reforça o papel do GNL como combustível chave na transição energética.

Expansão futura e benefícios comunitários

O terminal servirá também a uma usina termelétrica a gás natural em construção pela NFE, com 25% do projeto já concluído e previsão de inauguração em julho de 2025. Representando um investimento adicional de R$ 2.5 bilhões, essa usina é mais um componente da visão da NFE de promover desenvolvimento sustentável e oportunidades econômicas na região.

Leandro Cunha, diretor-geral da NFE Brasil, destaca a importância do terminal para o Pará e para o Brasil, afirmando que “Nosso primeiro terminal no país é uma grande conquista de todos. Estamos investindo desde 2021, com construções no Pará e em Santa Catarina. Temos certeza de que o Terminal de GNL em Barcarena abrirá novas possibilidades para a região, além de geração de oportunidades e empregos”.

Sobre a New Fortress Energy

A New Fortress Energy é pioneira no fornecimento de soluções de energia limpa e infraestrutura de gás natural em escala global. Com a missão de acelerar a transição para energias mais limpas, a empresa desenvolve, financia e opera infraestruturas que não só promovem o crescimento econômico, mas também aprimoram a gestão ambiental, transformando indústrias e comunidades. Este novo terminal de GNL no Pará é um testemunho do compromisso da NFE com a sustentabilidade e a inovação energética.

Fonte: Diretora de Comunicação e RP |  New Fortress Energy  – Edelman.

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x