Multinacional brasileira líder mundial em fundição e usinagem metalúrgica, em parceria com outras gigantes globais, desenvolve motor de combustão interna a hidrogênio mais eficiente do mundo

Flavia Marinho
por
-
07-07-2021 11:04:48
em Indústria e Construção Civil
motor - turbinas - preço - siemens - Tupy - motor - energy - carbon free - energia renovável - Trabalhador em fábrica da multinacional brasileira Tupy / Imagem: Tupy

Três gigantes globais fecham parceria para construção do motor de combustão interna a hidrogênio mais eficiente do mundo, que promete revolucionar a energia renovável com solução de transporte carbon-free e com custo viável

A Tupy , líder mundial em fundição e usinagem de componentes estruturais de alta complexidade metalúrgica; a Westport Fuel Systems, líder global em combustíveis alternativos e tecnologias de transporte de baixa emissão; e a AVL List GmbH, maior empresa independente do mundo para desenvolvimento, simulação e teste na indústria automotiva, anunciam hoje acordo de colaboração para o desenvolvimento de um motor de combustão interna (ICE, na sigla em inglês – Internal Combustion Engine) de alta eficiência, movido a hidrogênio (H2) e destinado ao transporte de cargas. A parceria visa combinar materiais de alta complexidade, tecnologias de fundição e a mais recente tecnologia H2 ICE, usando injeção direta de alta pressão (HPDITM).

Leia também

O hidrogênio é uma alternativa promissora de energia para aplicações de transporte de carga. Além de ser carbono neutro, tem potencial para reabastecimento rápido e pode ser usado para alimentar células de combustível e ICEs. Embora ambas sejam carbono neutro, os ICEs de hidrogênio permitem o uso de bases tecnológicas já existentes. A eficiência do powertrain será um fator-chave para garantir o custo acessível desse tipo de solução para motor de ônibus e caminhões.

A fim de aumentar a eficiência no motor e, portanto, melhorar o consumo de combustível dos atuais ICEs que utilizam hidrogênio, Tupy, Westport e AVL vão trabalhar conjuntamente no desenvolvimento de um HPDI H2-ICE. Para lidar com altos picos de pressão, são necessários materiais e tecnologias de fundição e usinagem superiores. A AVL concluiu com sucesso o desenvolvimento do AVL Hydrogen Engine em colaboração com a Graz University of Technology, no início deste ano, enquanto a Westport também demonstrou anteriormente testes bem-sucedidos de ICE para veículos pesados com H2 utilizando HPDI. Os primeiros resultados deste codesenvolvimento entre AVL, TUPY e Westport são esperados para o início de 2022.

Construção do motor de combustão interna a hidrogênio mais eficiente do mundo promete revolucionar a energia renovável com solução de transporte carbon free

“Acreditamos que nosso conhecimento técnico e colaboração com clientes e universidades nos permitem desempenhar um papel importante no processo de descarbonização. Estamos estudando novos materiais, geometrias e usinagem que visam melhorar o desempenho de novos combustíveis alternativos de baixo carbono. Nessa busca por uma solução de transporte carbon-free e com custo viável, fazer parceria com empresas como a AVL e a Westport é gratificante”, diz Fernando de Rizzo, CEO da Tupy.

“O hidrogênio HPDI oferece às montadoras um caminho rápido e econômico para a tecnologia de carbono neutro, sem impactar o desempenho” diz David M. Johnson, CEO da Westport Fuel Systems. “Nossa colaboração com AVL e TUPY visa demonstrar que uma solução H2 HPDI pode atender os requisitos de performance e eficiência exigidos pelo mercado, a partir de bilhões de dólares já investidos em manufatura e desenvolvimento de motores e na infraestrutura existente, desenvolvida ao longo do último século. Atualmente, a solução HPDI já é utilizada em milhares de caminhões, reduzindo e/ou quase eliminando gases de efeito estufa, com base em uma plataforma de tecnologia comprovada”.

“Nossos especialistas estão trabalhando ativamente em soluções de carbono neutro que podem estar no mercado até 2025 – entre elas o ICE de hidrogênio. A rápida introdução desta tecnologia ajudará a acelerar o desenvolvimento da infraestrutura de abastecimento de hidrogênio. Com nossa experiência na mais recente tecnologia ICE, o conhecimento em materiais e em fundição da Tupy, e as tecnologias superiores de sistemas de combustíveis da Westport, esperamos atingir níveis excepcionais de densidade energética e eficiência, com custo total de propriedade competitivo”, conclui Rolf Dreisbach, Vice-presidente executivo de Caminhões e Ônibus da AVL.

Turbinas de combustão a gás hidrogênio e a biodiesel para backup solar em usina, da Siemens Energy, promete revolucionar a geração de energia renovável no mundo

A Siemens Energy anunciou, no dia 17 de junho, que fornecerá duas turbinas SGT6-5000F para alimentar a nova Usina de Pico da Estação Turtle Creek em Papillion, Nebraska. A simples instalação de turbinas de ciclo será usada para modernizar a geração de backup na frota da OPPD, o que significa que a usina funcionará apenas conforme necessário para fornecer uma fonte de eletricidade resiliente e confiável para a comunidade.

As turbinas da Siemens Energy oferecem a capacidade de funcionar com até 30% de hidrogênio e biodiesel em apoio a futuros avanços tecnológicos. Eles também oferecem um tempo de início rápido e baixas emissões, ao mesmo tempo em que ajudam a estabilizar rapidamente o sistema de transmissões para ajustar para a produção variável de geração solar.

As turbinas de combustão a gás da Siemens Energy podem ajudar a descarbonizar as operações gradualmente e de forma flexível, permitindo que o hidrogênio produzido sem CO2 reduza as emissões a serem misturadas ao mix de combustível para atender às necessidades ambientais e regulatórias do mercado.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe