Industria Offshore Brasileira poderá construir 12 FPSOs por ano

Industria Offshore poderá construir 12 FPSOs por ano em 5 anos
 

Industria Offshore Brasileira poderá construir 12 FPSOs por ano nos próximos 5 anos segundo investidores do setor que projetam ótimas expectativas para o futuro

A Schineider Electric está muito interessado na construção nacional de FPSOs, focada no desenvolvimento do projeto no Brasil, ela montou um time de especialistas que cuidaram especificamente do setor Brasileiro, segundo O vice-presidente que está focado na industria local, Luis Felipe Kessler, as principais tecnologias já estão sendo direcionadas para o Brasil, Hoje ela já fornece alguns equipamentos para FPSOs, com E-house (modo elétrico), Bacia de Santos, em específico, Sépia. O vice-presidente em entrevista, falou sobre este foco no mercado local, “Além disso, estamos fornecendo [para Sépia] também o que chamamos de automação elétrica do sistema. Ele faz todo o controle de proteção. Esse contrato já está em execução e deve ser concluído até o final do ano”. “A Petrobrás começa recuperar sua rentabilidade e tem um plano claro de investimentos em FPSOS para os próximos 3 a 5 anos”.

[adrotate banner=”5″]

O mercado de FPSOs no Brasileiro

O mercado nacional está apontando para crescimento, mas precisa de cuidados para não ter prejuízos, segundo o vide-presidente da multinacional, ainda tem muito trabalho pela frente, alguns projetos precisam ser finalizados. Tem a situação da logística, investimentos, refino, o pré-sal que  gera muitos gastos. Segundo pesquisas e tendencias do mercado de FPSOs, dando tudo certo, poderá ser construído até 12 unidades por ano num período de 5 anos. As principais empresas e investidores mundias estão buscando no Brasil oportunidades de desenvolvimentos, a Schineider é uma dessas, a possibilidade é foco total aqui é real porque o nível de competições em relação a leilões e parcerias cada vez tem aumenta mais. Atualmente a Petrobras tem buscado energia limpa, como Solares, Gás e Eólicas demonstrando uma gama de projetos e investimento que trarão lucros para o setor offshore e onshore.

[adrotate banner=”6″]

 Novos Investimentos

A Multinacional já possui contratos com algumas FPSOs, mas eles estão buscando estender os contratos. As possibilidade para 2019 inclui Libra com quatro unidades. Mesmo tendo  cuidado par não errar nos investimentos, a empresa começa a montar novas plantas, focado no time regional que possui uma base financeira da America Latina injetando todo o investimento para a conclusão de todas as obras. A Base de negócios da empresa é Offshore e dentro do setor de O&G a Schneider Eletric possui o mais alto nível de tecnologia, pessoal treinado em todas as esferas petroquímicas. O investimento no brasil trará portas de emprego, aumento dos ativos importação e exportação, mas o mais importante será a revitalização dos Estaleiros. Cliquem AQUI para ler uma de nossas postagens sobre os Estaleiros Nacionais.

[adrotate banner=”7″]

[adrotate banner=”9″]

The following two tabs change content below.
Efraim Pereira

Efraim Pereira

Efraim Pereira, Cabo Frio, RJ, técnico de Mecanica e Estrutura Naval com mais de dez anos de experiencias no setor de Oléo e Gas no Brasil e no exterior como Especialista técnico em MWD/LWD e Hose Dunlop Oil & Marine.