Governo Federal quer acabar com padrão de tomada de 3 pinos

Joice Hasselmann fim da tomada de 3 pinos

Deputada federal, Joice Hasselmann faz enquete no Twitter e Padrão adotado desde 2011 pelo Inmetro pode estar com os dias contados

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL/SP) propôs no Twitter uma enquete: o fim da tomada de três pinos. A enquete da Deputada questionava que era a favor e quem era contra.
A enquete estava no seguinte formato, “Governo quer acabar com o modelo TOMADA de TRÊS PINOS adotado desde 2011. Você concorda?”.
Na manhã desta segunda-feira (17/06) a enquete já contava mais de 32 mil votos, sendo 63% favoráveis ao fim do terceiro pino na tomada.


Na opinião do Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Alexandre Jorge Da Costa, as tomadas de três pinos afetam a concorrência e a produtividade.

Relembre o caso

Em 2011 foi implantado no Brasil e regulamentado pelo Inmetro a criação do Padrão Brasileiro de Plugues e Tomadas. O nosso mercado passou a comercializar apenas dois modelos de plugues e tomadas.

De acordo com o novo padrão, os plugues passaram a possuir dois ou três pinos redondos e as tomadas três orifícios de 4 mm ou 4,8 mm, dependendo da corrente nominal, de 10 ampères para os plugue mais finos e de 20 ampères para os plugues mais grossos (4,8 mm).

A variação do diâmetro dos plugues é fonte de economia, pois só equipamentos que consomem mais necessitariam de uma tomada mais robusta, portanto mais cara, além da prezar pela segurança dos consumidores, pois evita a ligação de equipamentos de maior potência em um ponto não projetado para eles.

A tomada de três pinos foi concebida para dificultar o contato do dedo com a corrente elétrica e o terceiro plugue é utilizado em aparelhos que necessitam de aterramento (como: ar-condicionado, refrigeradores, computadores, etc.)

A segurança dos consumidores, foi um dos fatores mais levados em conta na implantação do padrão em 2011. Nos últimos dez anos, o DataSUS registrou 13.776 internações com 379 óbitos e mais 15.418 mortes imediatas decorrentes de acidentes relativos à exposição a correntes elétricas em residências, escolas, asilos e locais de trabalho.

Além disso, dentre os acidentados, o choque elétrico é a terceira maior causa de morte infantil.

Outra questão relativa a segurança antes da padronização em 2011, era o uso de de frágeis adaptadores para ligação dos aparelhos, pois o consumidor convivia com mais de 12 tipos de plugues e oito tipos de tomadas diferentes.

Petrobras faz em Sergipe e Alagoas, a maior descoberta depois do Pré-sal e aumenta possibilidades de gás natural pela metade do preço ! Acesse aqui a matéria completa !

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)