MENU
Menu
Início GNA anuncia financiamento para instalação de nova plataforma visando expandir projetos de energia renovável no Rio de Janeiro

GNA anuncia financiamento para instalação de nova plataforma visando expandir projetos de energia renovável no Rio de Janeiro

27 de dezembro de 2022 às 11:32
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
GNA anuncia financiamento para instalação de nova plataforma visando expandir projetos de energia renovável no Brasil
Foto: GNA/Divulgação

Gás Natural Açu (GNA) pretende construir plataforma de projetos de energia renovável no estado do Rio de Janeiro. O projeto promete gerar mais visibilidade ao setor de energia limpa.

Durante reunião com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Governo do Estado do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (22/12), a Gás Natural Açu (GNA), joint venture formada pela Prumo, bp, Spic Brasil e Siemens, anunciou seus planos de financiar a construção de uma plataforma para desenvolvimento para futuros projetos de energia renovável.

Empresas beneficiadas devem investir 2% do custo variável relativo ao combustível

De acordo com o consórcio, a iniciativa só foi possível devido ao decreto estadual 45.308/2015, regulamentado em setembro deste ano, que concede tratamento tributário especial para usinas de geração de energia elétrica.

Artigos recomendados

Consoante ao decreto, as empresas que forem beneficiadas pela isenção tributária na compra do gás natural devem investir pelo menos 2% do custo variável em relação ao combustível em projetos de energia renovável como mecanismo de compensação energética.

Estes recursos podem ser utilizados também em projetos de conservação de energia em prédios públicos, de monumentos de interesse turístico, iluminação pública ou em estudos sobre o setor energético do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo o governador Cláudio Castro, a instalação dessa iniciativa demonstra, mais uma vez, o quanto o seu trabalho tem expandido e facilitado as oportunidades de negócios, atraindo novos investimentos que contribuem para a recuperação da economia do estado. A nova ferramenta foi construída pelo IAG-Escola de Negócios da PUC/RJ, denominada de Marketplace Solar.

O objetivo da nova plataforma é incluir os consumidores que desejam realizar investimentos em geração distribuída solar, localizados no estado do Rio de Janeiro, com fornecedores de equipamentos, terrenos, materiais e toda a cadeia necessária para a viabilização do projeto.

Plataforma dará mais visibilidade aos projetos de energia renovável no RJ

Segundo o que destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais. Cássio Coelho, tirar uma iniciativa deste porte do papel estimulará ainda mais a melhoria da eficiência energética e a geração de energia renovável, barata e limpa no Rio de Janeiro, gerando diversos benefícios para a economia fluminense.

O desenvolvimento da nova plataforma representa o primeiro projeto dentro do mecanismo de compensação energética. Na perspectiva do diretor de Regulação da GNA, Guilherme Penteado, é com orgulho que a empresa anuncia esta parceria, parabenizando ainda o Governo do Rio de Janeiro pela aprovação deste decreto em prol do desenvolvimento de novos negócios a partir de fontes renováveis no estado.

A GNA possui como estratégia de atuação a geração de energia com apoio ao desenvolvimento local e a geração de valor compartilhado. E é por meio deste modelo que serão estruturados os seus próximos projetos.

A plataforma de negócios foi criada para dar mais visibilidade aos projetos de energia renovável no Rio de Janeiro, impulsionando novos negócios e atraindo novos investimentos para o Rio de Janeiro, segundo o gerente de Novos Negócios da PUC/RJ, João Ferreira. 

TAG e GNA assinam acordo para conectar Porto do Açu

A GNA assinou um termo de compromisso com a Transportadora Associada de Gás (TAG) para desenvolver estudos de viabilidade para o gasoduto Goytacazes.

A infraestrutura pode tornar a integração logística do parque de geração de energia termelétrica da GNA viável, no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ), à rede de transporte de gás natural da TAG.

A TAG será responsável pelos estudos técnicos e de viabilidade do projeto, que inclui um gasoduto bidirecional de 45 km, com capacidade para receber até 10 milhões de m³ por dia de gás natural e entregar ao complexo portuário até 12 milhões de m³/dia, com capacidade para futuras expansões até 18 milhões.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR