1. Início
  2. / Geopolítica
  3. / ESTADOS UNIDOS: uma potência mundial, mas que ninguém quer morar em um lugar do país!
Tempo de leitura 3 min de leitura Comentários 5 comentários

ESTADOS UNIDOS: uma potência mundial, mas que ninguém quer morar em um lugar do país!

Escrito por Roberta Souza
Publicado em 05/06/2024 às 10:57
Estados Unidos
Foto: IA

Por que será que ninguém quer morar em uma região dessa potência mundial que são os Estados Unidos?

Em 2023, a Índia se tornou o país mais populoso do mundo, segundo a ONU. Os Estados Unidos ocupam a terceira posição em população e são o quarto maior país em área, abrangendo cerca de 6% da massa terrestre do planeta, considerado uma potência mundial. Com 335 milhões de habitantes, a distribuição populacional nos EUA é surpreendentemente desigual. Aproximadamente 80% da população vive a leste de uma linha imaginária que corta o país do norte ao sul, deixando vastas áreas do centro praticamente vazias, de acordo com o vídeo do canal Incrível.

Distribuição desproporcional: as pessoas ‘correm’ do centro dos EUA

A explicação para essa distribuição desproporcional da população dos Estados Unidos encontra-se na história e na geografia dos EUA. A costa leste foi o berço da independência americana em 1776 e das 13 colônias originais. Com a compra da Louisiana em 1803, os colonos começaram a se expandir para o oeste, estabelecendo-se em áreas com solo fértil e abundância de recursos hídricos, como a bacia do rio Mississippi. No entanto, essa expansão não foi suficiente para povoar densamente o centro do país.

O chamado cinturão subpovoado dos EUA estende-se do Canadá ao México, ocupando cerca de 900.000 km², o dobro do tamanho da Califórnia. Esta área, que representa 12% dos Estados Unidos contíguos, é lar de apenas 1% da população do país, ou seja, cerca de 3 milhões de pessoas. Esse fenômeno contrasta com países de tamanho semelhante, como a Nigéria, que possui uma população de 206 milhões de habitantes.

Barreiras naturais e climáticas da maior potência mundial: EUA

A geografia das Grandes Planícies dos EUA desempenha um papel crucial nessa disparidade populacional. A presença das Montanhas Rochosas a oeste influencia significativamente o clima da região. O efeito de sombra de chuva causado pela cordilheira resulta em uma área árida e com poucas chuvas a leste das montanhas. Isso torna o solo menos propício para a agricultura e os extremos climáticos, com verões quentes e invernos rigorosos, dificultam ainda mais a vida nessa região.

Apesar das adversidades, áreas como o sul da Califórnia, que também enfrentam clima árido, conseguem sustentar uma população densa graças a sistemas avançados de irrigação e abastecimento de água. Com cerca de 40 milhões de habitantes, a Califórnia é o estado mais populoso dos EUA. Em contrapartida, o centro do país não dispõe da mesma infraestrutura, o que contribui para a baixa densidade populacional.

Tendências globais de população

A situação do meio-oeste americano não é única. Regiões áridas e com climas extremos em outros países, como a Austrália, também apresentam baixa densidade populacional. Na Austrália, cerca de 70% do território é árido ou semiárido, concentrando 90% da população em áreas costeiras. Cidades como Sydney, Melbourne e Perth abrigam a maioria dos australianos, enquanto o interior do país permanece escassamente povoado.

Os Estados Unidos, como uma terra de oportunidades, oferecem melhores chances de sucesso nas grandes cidades, localizadas principalmente nas costas leste e oeste. As 100 maiores áreas metropolitanas do país são responsáveis por uma significativa parcela do PIB nacional, atraindo a maior parte da população. O meio-oeste, por sua vez, permanece um desafio devido às suas condições naturais e históricas.

Inscreva-se
Notificar de
guest
5 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Roberta Souza

Engenheira de Petróleo, pós-graduada em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos

Compartilhar em aplicativos
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x