Eneva faz nova descoberta de gás natural no poço terrestre da bacia de Parnaíba, no Maranhão

Valdemar Medeiros
por
-
14-08-2021 12:38:07
em Petróleo, Óleo e Gás
Eneva - Maranhão - gás natural - Parnaíba Trabalhador da Eneva observa sonda de perfuração de óleo e gás onshore ao fundo – créditos Eneva – MA

Alguns meses após investir R$ 100 milhões na bacia de Parnaíba, no Maranhão, Eneva descobre e informa à ANP a descoberta de indícios de gás natural em um poço terrestre na bacia de Parnaíba

A companhia informou à Agência Nacional do Petróleo (ANP) sobre a descoberta de gás natural em um poço terrestre da bacia de Parnaíba, no estado do Maranhão. Este é um grande passo da Eneva em direção à expansão de suas reservas na bacia de Parnaíba, onde os volumes já registraram um crescimento nos últimos meses.

Leia outras noticias relacionadas

Gás natural na bacia de Parnaíba totalizavam 25,2 bilhões de m²

Segundo o relatório do segundo trimestre de 2021, publicado pela Eneva, as reservas de gás natural na Bacia de Parnaíba, no Maranhão, chegaram a 25,2 bilhões de metros cúbicos no final de junho.

O número mostra uma alta de 6,7% em comparação com o mesmo período do ano passado, que chegou a 23,6 bilhões de metros cúbicos. Os bons resultados na expansão de reservas chegaram em boa hora, tendo em vista que a Eneva também tem novidades na parte de exploração de gás natural.

Algumas semanas atrás, a Eneva deu início à perfuração do poço terrestre 3-ENV-20-MA, também na Bacia do Parnaíba, no Maranhão. No ano passado, a empresa já havia informado à Agência Nacional de Petróleo sobre a descoberta de gás natural e petróleo no local.

Eneva investe mais de R$ 100 milhões para a descoberta de óleo e gás

Investindo mais de R$ 100 milhões, a companhia iniciou uma campanha em junho, para a perfuração de novos poços na bacia do Maranhão. Ao longo de 2021, a empresa tem planos de perfurar novos poços de desenvolvimento e exploratórios no estado.

Essa campanha aconteceu após a empresa comprar 5 mil quilômetros de dados sísmicos 2D em 2020, que seguirá até 2022. Apesar da crise causada pela pandemia, a exploração de poços terrestres de petróleo e gás no Brasil tem se mantido de pé, sobretudo em áreas terrestres. De acordo com a ANP, de 2019 até o segundo trimestre de 2021, 49 poços exploratórios foram perfurados no país.

Grande parte destes, pela Eneva, no Maranhão. De 32 poços terrestres perfurados em 2020, mais da metade foram na Bacia de Parnaíba, no Maranhão. Na Bacia do Parnaíba, há dez campos de gás natural comerciais, cinco deles já em produção, e outros cinco em desenvolvimento.

A área exploratória total é superior a 40 mil km² e ainda possui sua própria infraestrutura de abastecimento de combustível, com 203 km de rede própria de gasodutos. A capacidade da Bacia é de 8,4 milhões de metros de gás natural por dia e até agora já são 140 poços perfurados onde a taxa de sucesso de poços pioneiros é de 35%.

Conheça a Eneva

Carregando o título de ser a única empresa privada de geração de energia do Brasil experiente em E&P e acesso ao gás natural em poços terrestres, a Eneva possui uma capacidade instalada de 2,8 GW, com 78% destes, já em operação. 9% da geração de energia térmica do país vem da empresa que possui mais de 50 mil km² de área nas Bacias do Amazonas e Parnaíba.

A missão da empresa é estar na linha de frente das novas fronteiras de energia, com confiabilidade, responsabilidade e competitividade visa atingir 4,7GW de capacidade até 2023, sendo a empresa brasileira de energia mais admirada por sua capacidade inovadora e seu desempenho.  

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe