Menu
Início Energia ininterrupta: descoberta tecnológica promete resolver a intermitência da energia solar e eólica

Energia ininterrupta: descoberta tecnológica promete resolver a intermitência da energia solar e eólica

24 de abril de 2024 às 12:47
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Energia ininterrupta: descoberta tecnológica promete resolver a intermitência da energia solar e eólica
Tecnologia inovadora utiliza os oceanos para complementar energia solar e eólica Foto: Divulgação/CorPower Ocean

Uma nova tecnologia, denominada CorPower Ocean, promete explorar a energia dos oceanos para fornecer energia constante, complementando a energia solar e eólica e superando o desafio da intermitência.

Os avanços em energia renovável têm transformado paisagens ao redor do mundo, com turbinas eólicas e painéis solares cada vez mais presentes. No entanto, a intermitência dessas fontes tem sido um grande desafio, limitando a disponibilidade de energia quando o sol se põe ou os ventos cessam. A solução para esse problema pode estar na vastidão dos oceanos, através de uma tecnologia revolucionária chamada CorPower Ocean, que promete transformar a maneira como geramos energia renovável.

Nos últimos anos, energia solar e energia eólica têm se expandido rapidamente, fornecendo fontes limpas e sustentáveis de energia. Contudo, a intermitência destas tecnologias – ou seja, a incapacidade de gerar energia continuamente ao longo do dia – tem sido um obstáculo significativo. A inovação chamada CorPower Ocean pode ser a chave para este problema, utilizando a energia dos oceanos para fornecer uma fonte constante de energia.

Artigos recomendados

A CorPower Ocean é uma tecnologia comparativamente leve, pesando em média 70 toneladas e medindo 19 metros de altura por 9 metros de diâmetro

A CorPower Ocean é uma tecnologia comparativamente leve, pesando em média 70 toneladas e medindo 19 metros de altura por 9 metros de diâmetro. Esta tecnologia foi desenvolvida após mais de 40 anos de pesquisas hidrodinâmicas, projetada para suportar as condições extremas dos oceanos e ao mesmo tempo maximizar a produção de energia.

Inspirada no funcionamento do coração humano

Inspirada no funcionamento do coração humano, esta inovadora boia é ancorada ao fundo do oceano e ajustada para se sincronizar com as ondas, ampliando a energia mecânica das ondas de 1 metro para um movimento de boia de 3 metros. Este processo não só captura energia mecânica eficientemente, mas também a converte em eletricidade. A geração de energia alcança até 300 kW por unidade, com um perfil de produção consistente e de baixo custo.

O oceano, com sua densidade energética cinco vezes maior que a do vento e dez vezes maior que a energia solar

O oceano, com sua densidade energética cinco vezes maior que a do vento e dez vezes maior que a energia solar, oferece um recurso praticamente inesgotável. Esta tecnologia não só aproveita essa energia, como também proporciona uma geração de energia contínua, 24 horas por dia, sete dias por semana, livre de carbono e altamente previsível, devido às fases da lua que influenciam as marés.

Ao preencher as lacunas deixadas pela energia solar e eólica, a CorPower Ocean pode ser uma solução duradoura para o problema da intermitência

Ao preencher as lacunas deixadas pela energia solar e eólica, a CorPower Ocean pode ser uma solução duradoura para o problema da intermitência. Com potencial para ser espalhada pelos oceanos globais, esta tecnologia não apenas fortalece a transição energética, mas também promete uma fonte de energia renovável mais confiável e constante.

Esta descoberta emocionante abre novos horizontes para o futuro da energia no mundo, mostrando que as soluções para alguns dos maiores desafios da humanidade podem vir de onde menos esperamos – dos imensos e poderosos oceanos.

Inscreva-se
Notificar de
guest
17 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
17
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x