MENU
Menu
Início Desvendando o Potencial da Logística Brasileira

Desvendando o Potencial da Logística Brasileira

6 de junho de 2023 às 17:17
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News

A Honra de Celebrar os Profissionais de Logística

No dia 6 de junho, um festejo merecido é dedicado aos profissionais de logística, uma classe profissional vasta e diversificada. A logística engloba desde gestores de supply chain, analistas de materiais, de compras e transportes até profissionais no campo, como motoristas de caminhão, maquinistas de trem, e tripulações de navios e aviões. A vastidão de profissionais envolvidos em processos logísticos é verdadeiramente impressionante.

Por que 6 de Junho?

A data, conforme relatado pela Agência Câmara de Notícias, rememora um dos maiores e mais relevantes movimentos logísticos da história: o desembarque dos aliados na Normandia, na Segunda Guerra Mundial, conhecido como “Dia D”. Apesar de marcado por um contexto bélico, é indiscutível que eventos de guerra trouxeram contribuições significativas para o desenvolvimento logístico, no sentido de fornecer às tropas armamentos, munições, alimentos e tantos outros itens essenciais em estratégias militares.

Artigos recomendados

Um adágio militar citado por Santos (2019, p. 14), originalmente de Arbache (2011, p. 33), captura a essência disso: “Amadores discutem tática e estratégia, profissionais discutem logística”.

A Evolução da Logística Civil no Brasil

A logística “civil” no Brasil começa a se consolidar na década de 1960 com a integração de atividades como suprimento, transporte e distribuição. A década de 1970 viu a logística tornar-se cada vez mais integrada às funções internas das empresas. A partir da década de 1980, a logística ganhou uma relevância notável na obtenção de vantagem competitiva junto aos clientes.

A década de 1990, por sua vez, foi marcada pela gestão integrada da logística, impulsionada pela abertura do mercado brasileiro à globalização. O novo milênio trouxe uma reorientação estratégica através da cadeia de suprimentos, com o termo supply chain se tornando onipresente nos negócios. Adicionalmente, tecnologias emergentes da indústria 4.0 foram rapidamente incorporadas aos processos logísticos, como sistemas automáticos para gestão de armazéns, veículos autoguiados, rastreamento de cargas via satélite, tecnologia RFID, entre outros.

Oportunidades e Desafios da Logística Brasileira

No entanto, a infraestrutura logística brasileira ainda carece de investimentos significativos para se tornar verdadeiramente competitiva. O custo logístico no Brasil consome cerca de 13% do Produto Interno Bruto (PIB), conforme estimativas do Instituto de Logística e Supply Chain Ilos, um contraste com os 6% a 7% nos EUA, por exemplo.

Apesar desses desafios, há sinais de esperança. Projetos como a Rodovia do Mar, que estimula o transporte por cabotagem, e o Marco Legal Ferroviário, que busca facilitar investimentos privados na construção de ferrovias, são exemplos positivos. Além disso, o e-commerce tem imposto grandes desafios para a logística, especialmente no tocante às entregas de última milha, enquanto a logística reversa tem ganhado importância para a sustentabilidade ambiental, respaldada pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

No entanto, ainda há muito espaço para melhorias. No ranking Logistics Performance Index (LPI) do Banco Mundial, o Brasil ocupa apenas a 56ª posição, indicando o vasto potencial para investimentos no setor logístico do país. As dez maiores empresas brasileiras de logística representam menos de 2% do mercado, comparado a 15% nos EUA e 24% na Europa.

Tudo isso evidencia o papel crucial do profissional de logística para a economia nacional e o imenso potencial de crescimento. Com um olhar voltado para além da logística local, esses profissionais devem ter em mente a cadeia de suprimentos e como utilizar tecnologias emergentes para otimizar processos logísticos baseados no desenvolvimento sustentável.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR