Pré-Sal Petróleo (PPSA) realizará leilões para vendas de gás natural produzido nos campos do pré-sal da União

Ruth Rodrigues
por
-
09-05-2022 09:04:25
em Petróleo, Óleo e Gás
Visando não limitar os olhares das empresas apenas para o petróleo, a PPSA irá realizar leilões no segundo semestre do ano para incentivar as vendas de gás natural produzido nos campos do pré-sal da União, como forma de atrair investidores para o segmento Fonte: André Ribeiro/Agência Petrobras




Visando não limitar os olhares das empresas apenas para o petróleo, a PPSA irá realizar leilões no segundo semestre do ano para incentivar as vendas de gás natural produzido nos campos do pré-sal da União, como forma de atrair investidores para o segmento

A companhia Pré-Sal Petróleo (PPSA) realizará alguns leilões para vendas do gás natural que é produzido nos campos do pré-sal da União, segundo anúncio feito na última quinta-feira, (05/05). Assim, a empresa pretende atrair os olhares para essa comercialização e incentivar os investimentos não só no ramo do petróleo desses campos, mas também para o gás, um recurso muito demandado atualmente no mercado internacional. 

Processos iniciais para projeto de leilões com o objetivo de atrair vendas para o gás natural produzido nos campos do pré-sal da União já estão em desenvolvimento

Em uma reunião realizada durante esta última quinta-feira, a PPSA confirmou que serão realizados alguns leilões durante o ano de 2022 para buscar vendas para o gás natural produzido nos campos do pré-sal da União. Essa é a nova aposta da companhia para dinamizar a indústria do petróleo e gás e tirar da visão dos investidores a visão de que apenas o petróleo pode ser um investimento benéfico a longo prazo para essas empresas. 

Artigos recomendados

Assim, a PPSA já se encontra nos passos inicias em busca dessa iniciativa e está realizando consultas de forma informal com as petroleiras potencialmente interessadas no gás natural da União para entender as principais demandas e formatar sua estratégia comercial. E, de acordo com a própria empresa, ela busca atrair os investidores para as vendas do gás natural por meio de leilões para estimular a competitividade entre as companhias. Além disso, a PPSA espera que esses encontros para as vendas possam ser realizados já no segundo semestre deste ano. 

E, para a primeira fase dos leilões realizados ao longo do ano de 2022, a PPSA espera realizar as vendas do gás natural dos campos do Entorno de Sapinhoá, de Búzios e da Jazida Compartilhada de Tupi, áreas que já têm gasodutos ligando os campos até a costa. Isso é extremamente importante para o desenvolvimento dessa comercialização uma vez que a PPSA pretende realizar as vendas diretamente na “boca dos poços”, para tornar a logística muito mais rápida, eficiente e produtiva para ambas as partes nos acordos realizados. 

Companhia Pré-Sal Petróleo (PPSA) espera realizar vendas de até 200 mil metros cúbicos de gás natural por dia durante o ano de 2023 e dobrar a previsão para o ano de 2022

O plano de vendas de gás natural produzido nos campos do pré-sal da União está apenas começando e a programação dos leilões intensificará ainda mais essa iniciativa. Assim, para o ano de 2022, a PPSa espera comercializar cerca de 100 mil metros cúbicos por dia do recurso e, em 2023, pretende dobrar essa marca e vender mais de 200 mil metros cúbicos por dia de gás. E, embora esses possam ser números não tão absurdos de início, a empresa espera continuar expandindo a produção e a comercialização do recurso. 

Apesar do grande plano da PPSA para o ano de 2022, Rivaldo Moreira, CEO da consultoria Gas Energy, comentou que ainda há muitas questões em aberto e a empresa necessita de mais tempo para organizar os leilões: “O problema aqui não é a infraestrutura nem para processar nem trasportar esse gás.  A dúvida é se a PPSA vai fazer leilão só para as empresas que já têm acesso negociado com a Petrobras não só no gasoduto como nas UPGNs ou se  vai abrir para as outras companhias. Aí, elas teriam que negociar condições de acesso”.

Agora, o que as companhias do ramo de petróleo e gás aguardam é um anúncio formal realizado pela PPSA em relação aos critérios e requisitos que serão levados em consideração para a participação nos leilões de vendas do gás natural do pré-sal.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.