MENU
Menu
Início Cigás prepara plano de obras de infraestrutura na rede de gasodutos do Amazonas em 2023 para atender ao crescimento na demanda de Unidades Consumidoras de gás natural no estado

Cigás prepara plano de obras de infraestrutura na rede de gasodutos do Amazonas em 2023 para atender ao crescimento na demanda de Unidades Consumidoras de gás natural no estado

8 de fevereiro de 2023 às 22:17
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Os anos de 2021 e 2022 foram marcados por um crescimento de 50% das unidades consumidoras de gás natural no estado. A Cigás está preparando um plano de obras de infraestrutura para atender ao consumo do combustível no Amazonas.
Foto: Cigás

Os anos de 2021 e 2022 foram marcados por um crescimento de 50% das unidades consumidoras de gás natural no estado. A Cigás está preparando um plano de obras de infraestrutura para atender ao consumo do combustível no Amazonas.

A Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) está de olho no crescimento do mercado de gás natural no estado do Norte do país. Entre os anos de 2021 e 2022, houve uma expansão de 50% nas unidades consumidoras do combustível no estado. Dessa forma, a companhia está com um plano de obras de infraestrutura para o ampliamento da rede de gasodutos preparado para o ano de 2023, visando atender à alta demanda no mercado regional.

Mercado do Amazonas assistiu a um crescimento de 50% nas unidades consumidoras de gás natural entre os anos de 2021 e 2022, apontam levantamentos da Cigás

O mercado de combustíveis, em especial o gás natural, vem se tornando cada vez mais relevante no cenário nacional.

Artigos recomendados

No entanto, alguns estados estão conseguindo resultados surpreendentes para a conjuntura socioeconômica atual no país, como, por exemplo, o Amazonas.

Segundo levantamentos da Cigás, o número de unidades consumidoras de gás natural no estado aumentou cerca de 50% entre os anos de 2021 e 2022.

Até dezembro de 2021, a quantidade de unidades contratadas era de 8.394, já em dezembro de 2022, o número saltou para 12.651 unidades.

Os segmentos atendidos pela companhia na região englobam o termelétrico, industrial, veicular, comercial, residencial e autogeração/liquefação.

A Cigás assiste então a uma expansão acelerada no consumo do combustível em todo o Amazonas e se prepara para os próximos meses do ano de 2023.

Isso, pois a projeção de crescimento de unidades consumidoras continua grande, com expectativa de uma expansão de cerca de 30% neste ano. Com isso, espera-se ultrapassar a marca de 16 mil usuários.

Plano de obras de infraestrutura para a rede de distribuição de gás natural às unidades consumidoras iniciou em 2022 e deve se estender até o fim de 2023

Para garantir a segurança no abastecimento do gás natural no Amazonas, a Cigás prepara agora um plano de obras de infraestrutura na rede estadual.

Dessa forma, estão previstas diversas frentes de atuação, denominadas bolsões de obras para expandir a rede de gasodutos em ruas e avenidas das zonas norte, sul, leste e centro-oeste da cidade.

A Cigás já estava se preparando ao longo de 2022 para garantir uma infraestrutura adequada para a expansão das unidades consumidoras de gás natural no Amazonas.

Assim, ela iniciou o seu plano de obras no ano passado, se estendendo até o momento, com previsão de finalização ainda neste primeiro semestre de 2023.

As obras são: bolsões Max Teixeira, Distrito Industrial (etapa 3), Eliza Miranda (etapa 1) e Dom Pedro (terceira etapa).

Agora, a Cigás continua com o plano de obras para garantir a infraestrutura necessária para o forte crescimento nas unidades consumidoras de gás natural no estado.

Saiba mais sobre a Cigás

A Companhia de Gás do Amazonas é uma concessionária de serviços públicos no Amazonas que atua na distribuição e comercialização de Gás Natural para os mais diversos segmentos. Buscando sempre ser referência em soluções energéticas no Estado, a Cigás está a todo instante investindo para se tornar cada vez mais presente na matriz energética amazonense. Criada pela lei 2.325 de 8 de maio de 1995, a Companhia também atua com sistemas de Gás Natural Comprimido (GNC) e/ou Gás Natural Liquefeito (GNL).

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR