Atenção; Petrobras anuncia a contratação de 3 novos FPSO’s com grande possibilidade de serem construídos no Brasil

Estaleiro com embarcações fpso
 

O mercado recebeu esta notícia da Petrobras com grande expectativa de geração de empregos e reativação de estaleiros

[supsystic-social-sharing id=’1′]A Petrobras acabou de soltar um notícia que ninguém esperava, pegando de surpresa o mercado naval e offshore. Pedro Parente acabou de divulgar a contratação de 3 novos FPSO’s para 2018. A estatal disse que até mesmo uma das licitações já teve início e será destinada ao campo de Búzios. Os dois restantes irão ser encaminhados para ao ativo de Marlim, situado na Bacia de Campos e o outro, vai para o Parque das Baleias, na Bacia do Espírito Santo.

Se estas embarcações foram construídos em território nacional, será um simbolo de recuperação da cadeia de fornecedores brasileiros e/ou que atuam no país no segmento de petróleo. Parente ainda aponta que estas novas unidades offshore constituem o Plano de Negócios para o período 2018-2022. A retificação deste plano ainda será feita antes do fim de 2017, de acordo com o presidente da Petrobras.

A equipe orçamentária, tomando como base cotações atuais de mercado, indica que cada unidade ficará em torno de US$ 1 bilhão. A estatal ainda afirmou que os investimentos para o ano que vêm, serão muitos superiores em relação à 2017. Essa tranquilidade da Petrobras para fazer estes investimentos, também se deve ao lucro de R$ 266 milhões no 3º trimestre deste ano, um sinal claro que as políticas adotadas por Pedro Parente estão surtindo algum efeito prático.

Na prática, isto pode representar uma ar de esperança para a industria naval e retomada de alguns estaleiros. Para profissionais que passaram a vida toda exercendo atividades nesta área e agora estão parados devido a estagnação do mercado, esse pronunciamento de Parente pode mudar este quadro.

The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior