Menu
Início Após Americanas registrar um grande rombo financeiro, a varejista Marisa anuncia prejuízos, dívidas de R$ 882.797,84 e fechamento de 91 lojas para reestruturação da empresa

Após Americanas registrar um grande rombo financeiro, a varejista Marisa anuncia prejuízos, dívidas de R$ 882.797,84 e fechamento de 91 lojas para reestruturação da empresa

17 de maio de 2023 às 19:27
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Marisa - Magalu - Magazine - Lojas Americanas - lucros - prejuízos
Imagem: Empiricus/Forbes / Montagem: Isabelle Santos)

Após Lojas Americanas, a varejista Marisa enfrenta também reestruturação e prejuízos enquanto suia concorrente Magazine Luiza (Magalu) se destaca com lucros extraordinários!

Na contramão da sua concorrente, a Magazine Luiza (Magalu) que apresentou lucros extraordinários, a varejista de moda Marisa segue o traumático curso da Lojas Americanas e anunciou recentemente um plano de reestruturação e capitalização, visando melhorar sua situação financeira. Como parte desse processo, a empresa planeja fechar 91 lojas até o terceiro trimestre de 2023, o que representa quase um terço do total de unidades existentes até o fim de 2022.

No primeiro trimestre de 2023, a Marisa registrou um prejuízo líquido de R$ 149 milhões, um aumento de 64,2% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Esses resultados financeiros desfavoráveis levaram alguns credores a entrar com pedidos de falência, alegando dívidas acumuladas pela empresa.

Artigos recomendados

Reestruturação e fechamento de lojas pela Marisa. Prejuízos e pedidos de falência, ações negativas e panorama desafiador

Como reflexo dos prejuízos e dos pedidos de falência, as ações da Marisa operaram em queda ao longo da tarde de terça-feira (16/05). A situação enfrentada pela empresa faz parte de um ciclo de desaceleração do setor varejista no Brasil, que impacta as empresas como um todo.

A situação financeira da Marisa é um reflexo do cenário desafiador enfrentado pelo setor varejista no Brasil. A empresa divulgou um prejuízo líquido de R$ 149 milhões no primeiro trimestre de 2023, representando um aumento de 64% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando registrou um prejuízo de R$ 90,7 milhões.

No entanto, a Marisa não é a única varejista a enfrentar dificuldades financeiras. As Lojas Americanas, outra importante empresa do setor, também apresentaram um grande rombo contábil em seu balanço, impactando seus resultados financeiros.

É importante destacar que as circunstâncias que levaram à situação financeira delicada da Marisa são diferentes das da Americanas. Enquanto a crise da Marisa é resultado de um cenário macroeconômico desfavorável e de outros fatores específicos, a Americanas enfrentou problemas relacionados a lançamentos contábeis e operações de risco sacado em seu balanço.

Vale relembrar que a Marisa e as Lojas Americanas enfrentam desafios financeiros, mas por motivos distintos. Enquanto a Marisa busca soluções para reverter sua situação e evitar a falência, a Magazine Luiza (Magalu) se destaca como uma empresa sólida e em crescimento, apresentando resultados positivos em um setor altamente competitivo.

Na contramão da crise Magazine Luiza (Magalu) apresenta resultados extraordinários no primeiro trimestre de 2023

Apesar das adversidades enfrentadas pelo setor varejista como um todo, existem empresas que conseguem se destacar e obter resultados positivos. A Magazine Luiza (Magalu), por exemplo, apresentou um lucro líquido de R$ 391 milhões no primeiro trimestre de 2023, registrando um crescimento de 16,1% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Enquanto a Marisa enfrenta dificuldades com prejuízos e dívidas, uma varejista concorrente, a Magazine Luiza (Magalu), apresentou excelentes resultados no primeiro trimestre de 2023. A empresa registrou um lucro líquido de R$ 391 milhões, representando um crescimento de 16,1% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Com mais de 60 anos de existência, a Magalu é reconhecida como uma empresa sólida e estável, atuando em um mercado com crescimento histórico de aproximadamente 5% ao ano

Apesar das dificuldades enfrentadas pelo setor varejista como um todo, a Magazine Luiza (Magalu) tem se destacado e demonstrado resiliência. Com um plano de expansão ambicioso para os próximos anos, a empresa busca aumentar sua presença em shopping centers, visando uma penetração superior a 70% até 2026.

Marisa precisa de soluções para lidar com seus prejuízos, dívidas e os pedidos de falência dos credores

Diante desse panorama, é importante ressaltar que cada empresa enfrenta situações distintas. A Marisa está passando por um processo de reestruturação, fechando lojas e buscando recuperar sua situação financeira. Já a Magazine Luiza (Magalu) se destaca como uma empresa resiliente e com estratégias bem-sucedidas no mercado varejista.

É fundamental que a Marisa encontre soluções para lidar com seus prejuízos, dívidas e os pedidos de falência dos credores. A empresa precisa responder aos pedidos e buscar alternativas para evitar a falência, como o depósito integral dos valores devidos ou a possibilidade de recuperação judicial dentro do prazo estipulado.

A Marisa enfrenta desafios específicos, como a deterioração do cenário macroeconômico, que afeta diretamente o segmento de classe C, seu principal público-alvo. Além disso, a concorrência das varejistas asiáticas de e-commerce, que oferecem preços mais baixos, tem conquistado uma fatia de mercado relevante.

A empresa está empenhada em realizar a reestruturação necessária para proteger seu caixa, adotando medidas como a redução do capital de giro e dos investimentos. Também tem buscado alternativas para fortalecer sua situação financeira, como a venda de créditos tributários no valor de R$ 380 milhões, com recebimento imediato de R$ 100 milhões.

A situação das empresas reflete o ciclo do setor varejista, que passa por momentos de expansão e desaceleração. É importante acompanhar de perto os desdobramentos e as estratégias adotadas por cada empresa para entender como elas enfrentam os desafios e buscam soluções para garantir sua sustentabilidade no mercado atual.


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar