1. Início
  2. / Construção
  3. / A China investe uma quantia impressionante, US$ 450 bilhões, em vários megaprojetos que estão transformando a infraestrutura e a paisagem do país
Tempo de leitura 2 min de leitura Comentários 136 comentários

A China investe uma quantia impressionante, US$ 450 bilhões, em vários megaprojetos que estão transformando a infraestrutura e a paisagem do país

Escrito por Rafaela Fabris
Publicado em 19/06/2024 às 19:24
China gasta bilhões nestes megaprojetos
A China está investindo US$ 450 bilhões em um megaprojeto que abrange desde a construção de usinas hidrelétricas gigantes até a criação de novas cidades. Este projeto não só impulsiona a economia chinesa, mas também redefine o que é possível em termos de engenharia e inovação. Imagem: Usina Hidrelétrica de Bahan/Divulgação

A China está investindo US$ 450 bilhões em megaprojetos que abrange desde a construção de usinas hidrelétricas gigantes até a criação de novas cidades. Este projeto não só impulsiona a economia chinesa, mas também redefine o que é possível em termos de engenharia e inovação.

Uma das partes mais impressionantes deste megaprojeto é a construção da Usina Hidrelétrica de Bahan na China. Iniciada em 2017, esta usina é uma das maiores do mundo. Com uma altura de 289 metros, a barragem supera muitos arranha-céus.

Ela possui 16 unidades de energia, cada uma com capacidade de 1 milhão de kW. O custo total? Um incrível US$ 26 bilhões. Esta usina não só gera eletricidade, mas também ajuda no controle de inundações, navegação e gestão de água.

Outro destaque é o viaduto ferroviário mais longo do mundo, com quase 2.000 km de extensão

Ele conecta a China central e sudoeste à Mongólia Interior. Com 216 pilares, o mais alto chegando a 74 metros, este viaduto facilita o transporte de cargas pesadas, como carvão, com uma capacidade de turnover de 200 milhões de toneladas por ano.

A Barragem das Três Gargantas, localizada no Rio Yangtzé, é outro exemplo de engenharia colossal. Construída ao longo de 18 anos, esta barragem pesa 65,5 milhões de toneladas e gera 100 terawatt-horas de energia anualmente, substituindo a necessidade de queimar 50 milhões de toneladas de carvão.

Para resolver problemas de tráfego e preservar a paisagem, a China construiu o Túnel Taiho

O mais longo e largo túnel subaquático do país, com 11 km de extensão. Este túnel, que custou dezenas de bilhões de dólares, permite que os motoristas atravessem o Lago Tai em apenas 8 minutos.

A China também está investindo em marcos arquitetônicos como a Torre de Xangai, que é o edifício mais alto da China com 632 metros de altura, e a Ópera de Guangzhou, desenhada pela renomada arquiteta Zaha Hadid. Esses projetos não são apenas funcionais, mas também simbolizam o crescimento econômico e a inovação arquitetônica do país.

Além de construções, a China está literalmente movendo montanhas para criar mais espaço habitável

Em um projeto ambicioso, estão nivelando montanhas e usando o solo para preencher vales, expandindo cidades em centenas de quilômetros quadrados.

Estes megaprojetos de US$ 450 bilhões mostra a determinação da China em liderar a inovação e o desenvolvimento global. De usinas hidrelétricas a arranha-céus e túneis subaquáticos, cada parte deste projeto demonstra a capacidade do país de transformar paisagens e impulsionar a economia de maneira sustentável e inovadora.

Inscreva-se
Notificar de
guest
136 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Rafaela Fabris

Fala sobre inovação, energia renováveis, petróleo e gás. Atualiza diariamente sobre oportunidades no mercado de trabalho brasileiro.

Compartilhar em aplicativos