Você sabe qual tipo de mercadoria os navios porta-contêineres transportam durante a cabotagem? Descubra agora mesmo!

Valdemar Medeiros
por
-
05-11-2020 09:27:19
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Navios - contêiner - cabotagem Navio porta – contêiner

A cabotagem no Brasil está se expandindo cada vez mais, e os navios contêiner desempenham um papel crucial nessa transição logística  

A cabotagem, que é o transporte por meio de navios entre portos marítimos de um mesmo país, é uma alternativa competitiva para o setor industrial que precisa escoar sua produção e reduzir o custo logístico dos contêiner.  

Leia também 

Serviço de cabotagem como solução para o transporte de mercadorias via navios contêiner  

Segundo Angelo Baroncini, diretor-presidente da Cia de Navegação Norsul, a adoção da cabotagem no país ainda é tímida.  

“Hoje o transporte dos navios de cabotagem representa algo entre 10 e 12% da matriz de transportes”, explica. Para ele, um país com as proporções como as do Brasil deveria ter uma melhor distribuição na matriz de transportes, entre marítimo, ferroviário e rodoviário.

O crescimento do serviço de cabotagem no Brasil  

Para Baroncini, tudo leva a pensar em um crescimento do transporte de mercadorias pela via da cabotagem. Ele enxerga dois pontos de virada.   O primeiro, a greve dos caminhoneiros no mês de maio de 2018, quando o brasileiro percebeu que precisava de mais alternativas para transporte de mercadorias.  

O segundo, a volta do crescimento da produção na indústria. A partir daí, segundo ele “é esperado um maior volume de cargas e, principalmente, de cargas ‘contentorizáveis’ [que possam ser armazenadas em contêineres] que migrem do modal rodoviário para o modal marítimo de cabotagem”.

Exportação por cabotagem eleva movimento de milho  

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) divulgou os dados estatísticos oficiais referentes à movimentação de mercadorias no primeiro semestre deste ano.  

As exportações de milho vêm se destacando, principalmente através da navegação de cabotagem – transporte entre portos domésticos. São 39.432 toneladas no acumulado deste ano (janeiro a 17 de julho), contra 19 mil toneladas no mesmo período de 2002.  

Grande parte das exportações por cabotagem tem como destino os Estados do Nordeste do Brasil. Por contar com tarifas mais baixas, o transporte marítimo de mercadorias para estados nordestinos substitui o rodoviário, quando se trata de longas distâncias, justificando assim a movimentação de cargas por navegação de cabotagem.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.