Uso das refinarias brasileiras volta ao cenário pré Covid-19, aponta MME

Kelly
por
-
10-06-2020 09:17:23
em Refinaria e Termoelétrica
Uso das refinarias brasileiras volta ao cenário pré Covid-19, aponta MME Uso das refinarias brasileiras volta ao cenário pré Covid-19, aponta MME

As operações nas refinarias do Brasil voltam ao patamar do período antes da pandemia, segundo dados do Ministério de Minas e Energia (MME)

O fator médio de utilização das refinarias no Brasil atingiu 75% no último domingo (07) e agora está no nível normal, depois de cair para 52% no início de abril devido ao consumo reduzido de combustível em meio à pandemia de coronavírus.

Veja também outras notícias

Dados divulgados pelo MME na noite desta segunda-feira (08) mostraram que o fator está agora no nível que era no início de março, antes das restrições de mobilidade serem implementadas em todo o país.

O Brasil viu grandes quedas na demanda por gasolina e querosene de aviação devido à crise, enquanto o consumo de diesel foi menos impactado devido ao uso no frete. Por outro lado, o consumo de GLP cresceu, levando o país a importar gás engarrafado.

Uma das medidas adotadas pela Petrobras para lidar com a redução da demanda doméstica foi aumentar as exportações, principalmente para a Ásia. No final de maio, o percentual de utilização das refinarias chegou a 77%, impulsionado por maiores exportações.

Embora o número de infecções pelo vírus ainda esteja aumentando no Brasil, algumas restrições de mobilidade estão sendo reduzidas, o que deve ajudar a recuperar o consumo de combustível. No entanto, estudos já indicaram que este mercado sentirá os efeitos da desaceleração econômica até pelo menos 2022.

Refino no Brasil

Atualmente, a Petrobras é responsável por 98% do parque de refino do Brasil, mas a empresa está vendendo cerca de metade de sua capacidade por meio de seu programa de desinvestimento. A expectativa é que a venda de oito refinarias seja concluída até 2021.

O Brasil é o sétimo maior consumidor mundial de derivados de petróleo, com mais de 40.000 postos de gasolina. O país possui o oitavo maior parque de refino do mundo, mas continua sendo um importador líquido de derivados de petróleo, uma situação que dificilmente mudará por pelo menos mais uma década. Várias empresas recentemente demonstraram interesse em investir em pequenos projetos de refinaria no país.

Tags:
Kelly
Engenheira de Petróleo especialista em Eficiência Energética e pós-graduada em Engenharia Civil; Possui experiência em atividades na indústria petrolífera onshore. Entre em contato para sugestões de pauta, postar vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.