Usina termoelétrica da Petrobras na Bahia será desativada

Usina termoelétrica, Petrobras, Bahia Usina Termoelétrica da Petrobras/ Fonte: Estadão

A Petrobras encaminhou a Aneel o processo para desativação da usina termoelétrica de Camaçari, na Bahia

A usina termoelétrica de Camaçari (Bahia), conhecida como Termocamaçari, está em processo de desativação pela Petrobras. A estatal deu início ao processo junto à Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, alegando que a termoelétrica seria inviável e informando também que a usina não faz mais parte dos planos dos setores de gás natural e geração de energia da Petrobras.

Estratégia Petrobras

A desativação da usina é uma estratégia da Petrobras na área de gás natural e energia, que tem como foco a operação competitiva da comercialização própria de gás natural e a otimização do portfólio de produtos termoelétricos para o autoconsumo. De acordo com esse direcionamento estratégico, a estatal iniciou o procedimento de revogação da outorga da Usina Termocamaçari.

Em 2017, a usina movida por gás natural estava completamente cercada de problemas, levando à sua inviabilização. No ano passado, a Petrobras chegou a cadastrar a Termocamaçari e vários outros ativos de energia térmica em leilão planejado pelo governo para assinar um contrato de 15 anos para a produção de gás natural, incluindo projetos novos ou reformados.

A Usina Termoelétrica da Petrobras na Bahia

Construída em 2001, usando mais de US$ 60 milhões, a usina – que possui capacidade de gerar cerca de 120 megawatts (MW) de energia – era o resultado de uma grande parceria entre a Petrobras e a portuguesa EDP.

Cerca de três anos depois, a estatal brasileira decidiu que teria o controle total da usina, pagando mais R$ 240 milhões, valores corrigidos pela inflação, possuindo até dado momento os 100% do negócio.

A Usina Termocamaçari tem potência instalada de 138 MW. Em 2013, gerou 4.043 megawatts (MW) médios de energia elétrica para o Sistema Interligado Nacional (SIN). Em 2014 a geração foi de 4.761 megawatts (MW) médios, por meio das 21 usinas termoelétricas próprias e alugadas, que compõem o parque gerador.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe