Subsea 7 contrata a empresa alemã Butting para produzir tubos revestidos para o projeto do Campo de Bacalhau, no Pré-sal da Bacia de Santos

Valdemar Medeiros
por
-
07-11-2020 09:56:27
em Petróleo, Óleo e Gás
Subsea 7 - Pré-sal - Campo de bacalhau Navio offshore campo de bacalhau

A Subsea 7 contratou a Butting para produzir tubos revestidos para o projeto do campo de Bacalhau do Pré-sal na Bacia de Santos

Subsea 7 contratou Butting para produzir tubos cladeados para um projeto no Campo de Bacalhau e em agosto, a empresa recebeu um primeiro pedido parcial para fornecer quase 6.500 m (21.325 pés) de tubos revestidos metalurgicamente (OD de 10 pol.).

Leia também

Subsea 7 afirma que os tubos dobram o fator de resistência

Em outubro, foi feito um segundo pedido de cerca de 73 km (45 mi) de tubos BuBi revestidos mecanicamente (10-pol. OD) e 4.200 m (13.779 pés) de tubos revestidos metalurgicamente (14-pol. OD). Os tubos foram encomendados na combinação de materiais de aço carbono-manganês e liga resistente à corrosão.

Segundo a Subsea 7, o uso de materiais cladeados na fabricação de tubos combina as propriedades de resistência e tenacidade dos aços carbono-manganês com a resistência à corrosão dos aços inoxidáveis. Localizado a cerca de 185 km (115 milhas) da costa de São Paulo, o campo de petróleo Bacalhau está no pré-sal da bacia de Santos em aproximadamente 2.050 m (6.726 pés) de água.

Bernd Harborth e Berni Reimer, gerentes de projeto de tubos revestidos da Subsea 7 para o Pré-sal, disseram: “Os tubos estão expostos a altas cargas de tração devido à lâmina d’água de 2.050 m. Para resistir a essas condições, opções máximas para espessuras de parede, tolerâncias dimensionais e propriedades do material serão usadas durante a produção.”

Sobre a empresa alemã Butting

A BUTTING é uma empresa familiar em sua sétima geração que não para de crescer há 240 anos. A base para este crescimento tem sido construída ao longo do tempo pelos nossos colaboradores experientes.

No ano de 1777, os primeiros ferreiros de cobre começaram a trabalhar na BUTTING produzindo caldeiras de cobre para cervejarias. Desde então, houve muitas mudanças: técnicas artesanais evoluíram para tecnologias computadorizadas, equipamentos simples transformaram-se em gigantescas máquinas. O know-how dos funcionários e a preservação de valores tradicionais viabilizam o nosso progresso. Hoje, a BUTTING é considerada pioneira na fabricação de tubos com costura longitudinal e tubos cladeados, e uma parceira confiável para empresas no mundo inteiro. 

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.