Presidente da estatal do Pré-sal defende continuidade da empresa

PPSA
 

Existência da PPSA é defendida por seu Presidente em evento de comemoração aos 5 anos da empresa

Durante evento em comemoração aos 5 anos da PPSA (Pré-sal Petróleo S.A), o seu presidente, Ibsen Flores, defendeu a continuidade da empresa, perante os rumores de diminuição do número de estatais pelo novo governo, segundo ele a estatal é fundamental para defender o interesse do país nos contratos petrolíferos e declarou ainda “Acabar com a PPSA hoje é inviável, existem contratos assinados e traria uma instabilidade muito grande”. Apesar da divulgação da criação de uma Secretaria de Privatizações,  Bolsonaro e equipe ainda não divulgaram quais são seus planos para a empresa.

A estatal foi criada em 2010, ainda no governo Lula, para gerenciar os contratos do Pré-sal, a lei de 2010 criou o sistema de partilha na produção e o governo foi duramente criticado na época pela criação de mais uma estatal. Hoje, seus contratos, demandarão investimentos na ordem de U$ 144 Bilhões e a produção atingirá, em 10 anos, 2 milhões de barris por dia. Desse total, a União será dona de 250 mil barris por dia – o equivalente a quase duas vezes a produção peruana, por exemplo.

Prós e contras da estatal

Em defesa da empresa, Flores declarou que a empresa tem pouco custo e dá grande retorno ao governo, ressalta os 3 contratos fechados em outubro nos leilões que renderão ao governo R$ 3,2 bilhões em três anos e o faturamento de R$ 840 milhões em acerto de contas com consórcio liderado pela Petrobras referente à receita do campo de Sapinhoá, na Bacia de Santos. Por outro lado, os críticos acham que muitas de suas atribuições poderiam ser feitas pela ANP.

Durante o evento, o secretário executivo do MME (Ministério de Minas e Energia) disse temer que a indefinição sobre o futuro da companhia ponha em risco o megaleilão do pré-sal de R$ 100 bilhões que o governo tenta viabilizar. No ano passado a PPSA fechou o ano com lucro de R$ 297 mil, compensando parte dos prejuízos acumulados em exercícios anteriores, de R$ 3,7 milhões.

O Presidente Ibsen e mais 3 diretores da empresa tiveram seus mandatos expirados no dia 14 deste mês, porém tem direito a até 3 renovações, mas aguardam a definição do novo governo, atualmente a companhia tem 44 funcionários e aguarda autorização para concursos afim de aumentar seu quadro.

Busca recolocação profissional ? saiba mais sobre quem ganhou um contrato no Comperj.

Candidatos: Cadastrem seus currículos conosco | Empresas: Temos Soluções Incríveis que Ajudarão em Seus Recrutamentos

Você é recrutador ou esta a frente do Recursos Humanos de uma empresas sabe como é difícil recrutar o profissional ideal para sua empresa.  Sabemos como o processo de seleção é árduo porque muitas pessoas mandam seus currículos para funções que elas não tem atribuições, sobre-carregando os servidores e as vezes, obrigado até mesmo trocar de e-mail.    

Nós temos um sistema no qual é possivel escolher seus profissionais através de filtros, e mandar um único comando personalizado para as pessoas que passaram e não passaram no processo de seleção, isso com opção ou não de revelar seus contatos. Mas se desejar pesquisar seu candidato ideal em nosso banco de dados, também é possível, temos um grande Banco de Dados qual os melhores profissionais do Brasil com a sua área desejada de atuação. Acessem o nosso PORTAL DE VAGAS E EMPRESAS AQUI e experimente nossos recursos. Garantimos que vocês não irão se arrepender.

The following two tabs change content below.
Renato Oliveira

Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships