Porto do Açu receberá de Singapura embarcação FSRU para abastecimento do parque termelétrico da GNA

Kelly
por
-
10-06-2020 14:49:58
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Porto do Açu receberá de Singapura embarcação FSRU para abastecimento de termelétricas da GNA Porto do Açu receberá de Singapura embarcação FSRU para abastecimento de termelétricas da GNA

Navio está a caminho do Porto do Açu e será responsável por armazenar e regaseificar o gás que irá abastecer as termelétricas da empresa GNA

O Porto do Açu, localizado em São João da Barra-RJ, irá receber uma embarcação do tipo FSRU (Floating Storage Regasification Unit), isto é, uma Unidade Flutuante de Regaseificação e Armazenagem. Proveniente de Singapura, a data de chegada desta embarcação no Brasil ainda não está definida, mas estima-se que seja ainda neste mês de junho.

Veja também outras notícias

FSRU é a denominação recebida por navios que são adaptados para receber gás natural liquefeito e restaurá-lo à forma gasosa, tornando-o apto ao consumo.

O navio que está vindo para o Porto do Açu deverá armazenar e regaseificar o gás para abastecimento do parque termelétrico que está sendo construído no local pela empresa GNA (Gás Natural Açu) e ficará ancorado por 25 anos no empreendimento.

O complexo termelétrico do Porto do Açu promete ser o maior da América Latina, consistindo em duas usinas termelétricas a gás natural em ciclo combinado, a UTE GNA I, com capacidade de 1,3 GW, e a UTE GNA II, com 1,7 GW de potencial, além de um Terminal de Regaseificação de GNL.

A GNA I deverá ser inaugurada em 2021, já a GNA II é prevista para começar a operar em 2022. As duas juntas produzirão no Porto do Açu energia suficiente para atender aproximadamente 14 milhões de residências, quantidade que é o triplo de vezes maior que a cidade de São Paulo. As estimativas é que 4 mil novos empregos sejam gerados na região e movimente a economia da cidade.

Flotel Safe Concordia atraca no Porto do Açu

O flotel Safe Concordia está atracado desde o início deste mês no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ). A unidade de manutenção e segurança (UMS) estava sob contrato com a norueguesa Equinor. Leia a matéria completa aqui.

Tags:
Kelly
Engenheira de Petróleo especialista em Eficiência Energética e pós-graduada em Engenharia Civil; Possui experiência em atividades na indústria petrolífera onshore. Entre em contato para sugestões de pauta, postar vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.