A plataforma de petróleo P-75 chega a Bacia de Santos

petrobras petroleo plataforma p-75

Depois de ter a sua construção finalizada pelo estaleiro Rio Grande em alta mar, agora ela integra a frota de produção do pré-sal brasileiro

Depois de ter sido fabricada na China, a  plataforma P-75 já está no Brasil, na costa de Rio Grande, no Sul do Rio Grande do Sul, para ter a construção finalizada. Será a sexta plataforma concluída no estado, após a P-53, P-55, P-58, P-63 e P-74.

A finalização da P-75, no entanto, será diferente: a embarcação não vai atracar no cais do estaleiro. Todo o processo de conclusão será realizado em alto mar. Ela será usada para explorar óleo e gás natural na Bacia de Santos, no Litoral de São Paulo.

É mais um capítulo da obra que começou em 2013, quando a Petrobrás e o Estaleiro QGI, que fica em Rio Grande, assinaram o contrato. Por decisão da Petrobrás, a maior parte do projeto da P-75 foi feita no estaleiro da empresa Cosco, em  Dalian.

Em maio, a plataforma começou a viagem até Rio Grande. Agora, está na entrada do porto, onde passa por testes finais e a inspeção da Receita Federal. Cerca de 200 pessoas estão a bordo, mobilizadas na operação. No fim do ano, a P-75 começa a operar  com capacidade para produzir 150 mil barris de óleo e 6 milhões de metros cúbicos de gás por dia.  No fim do ano, Está previsto  a chegada da plataforma P-77, também encomendada pela Petrobrás.

No  auge das operações, o setor naval  de Rio Grande chegou a empregar mais de 20 mil trabalhadores. Hoje, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, cerca de 250 pessoas seguem empregadas.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Paulo Nogueira

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, com experiência no setor O&G em empresas nacionais e internacionais.