Home > Sem categoria

PetroRio deixa de produzir Petróleo no Recôncavo

Renato Oliveira
por
-
01-05-2019 15:41:31
em Sem categoria
PetroRio Cowan compra unica participação onshore da PetroRio

Petroleira vendeu sua última participação no onshore brasileiro do Recôncavo e agora foco é exclusivo nos campos do Pré-sal

A PetroRio deixou de produzir Petróleo no onshore, a Petroleira brasileira anunciou a venda de sua única participação em campos terrestres para Cowan.
A Cowan Petróleo e Gás adquiriu os 10% que a PetroRio tinha de participação no contrato BT-REC-37, e agora a empresa detém 100% da área chamada de bloco REC-T-158.

O campo terrestre localizado na bacia do Recôncavo foi adquirido, pela Cowan, na nona rodada de concessões, em 2007.
A Cowan é frequentadora assídua dos blocos terrestres brasileiros e já opera os blocos REC-T-194, REC-T-208, REC-T-209, REC-T-268 e REC-T-281, também no Recôncavo, além dos blocos ES-T-496, ES-T-506 e ES-T-516, na Bacia do Espírito Santo.

Em dezembro de 2018 a ANP aprovou o negócio entre a Cowan e a PetroRio e o contrato foi assinado no dia 17 de abril deste ano e publicado no diário oficial na última segunda-feira (29/4).

Foco novo da PetroRio

A brasileira PetroRio ex-HRT, quando surgiu, tinha foco na Bacia do Solimões, mas cresceu e hoje o foco da empresa está nos campos marítimos.

Vale lembrar que a Petroleira adquiriu recentemente o ativo de Frade à Chevron e viu sua produção do mês passado (março) aumentar 70% se comparada a Fevereiro e 125% em relação ao mesmo período do ano passado.

Outro negócio da PetroRio no offshore brasileiro é no campo de Polvo, onde a empresa deve investir ainda mais como parte do plano de revitalização do campo, atividade que visa aumentar as taxas de recuperação do campo e estender sua vida útil.

A PetroRecôncavo fechou negociação com a Petrobras e vai pagar US$ 384 milhões por 34 campos da Petrobras na região de Mossoró, no Rio Grande do Norte, sendo assim os planos de desinvestimentos da estatal seguem de vento em popa. Acesse aqui e veja mais !

Tags:
Renato Oliveira
Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships.