Petrobras lança edital para contratação de serviços offshore na Bacia de Sergipe


Petrobras lança edital para contratação de serviços offshore na Bacia de Sergipe

Projeto de instalação de gasoduto faz parte do primeiro módulo da Petrobras de desenvolvimento da produção offshore “Sergipe Águas Profundas”

Após anúncio de grande descoberta de petróleo em águas offshore da Bacia de Sergipe, a Petrobras lançou um edital de licitação para iniciar a contratação de serviços de aquisição de dados geotécnicos e geológicos em águas rasas do estado de Sergipe. O objetivo principal é fazer um levantamento do subsolo para implantar um projeto de infraestrutura offshore para construção de um gasoduto, segundo reportagem da revista O Petróleo Hoje.

Leia também

O estudo prevê a implantação de um gasoduto para a Petrobras com 128 km de extensão para realizar o escoamento do gás proveniente das concessões BM-SEAL-10 e BM- SEAL-11, no offshore sergipano. A empresa contratada deve realizar a análise completa da construção dos dutos até o município de Barra dos Coqueiros, localizado no estado de Sergipe.

A previsão de início de operação do FPSO da Petrobras na Bacia de Sergipe é em 2024. O navio-plataforma terá capacidade para extrair 100 mil bopd e 8,5 milhões de m³/d de gás natural e será interligado a 15 poços, sendo 5 produtores de óleo, 4 injetores de água conversíveis a injetores de gás, 3 injetores e 3 produtores de gás.

O edital lançado pela Petrobras estabelece que as atividades de aquisição deverão ser iniciados em até 90 dias após a assinatura do contrato, com prazo de 12 meses para serem concluídas. Os interessados em fazerem parte da iniciativa da estatal na Bacia de Sergipe devem apresentar as suas propostas até o próximo dia 23 deste mês de março.

Enauta amplia portfólio no Nordeste e assina contrato para novos blocos na Bacia de Sergipe

Em parceria com a ExxonMobil e a Murphy Oil, a Enauta assinou contratos de concessão blocos de petróleo da Bacia de Sergipe-Alagoas, são eles: SEAL-M-505, SEAL-M-575 e SEAL-M-637. Com essa iniciativa, a empresa está ampliando seu portfólio em lâmina d’água ultraprofunda da margem continental do Nordeste do país. Leia a matéria completa clicando aqui.

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.

Kelly Angelim

Sobre Kelly Angelim

Engenheira de Petróleo, especialista em Eficiência Energética e mestre em Engenharia Civil. Experiente na indústria petrolífera onshore; Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos