MENU
Menu
Início Petrobras e WEG estão construindo a maior turbina do Brasil: estrutura colossal de 220 metros, equivalente a seis vezes a altura do icônico Cristo Redentor, pesa 1830 toneladas, mais que 1600 carros ou 44 aviões Boeing 737

Petrobras e WEG estão construindo a maior turbina do Brasil: estrutura colossal de 220 metros, equivalente a seis vezes a altura do icônico Cristo Redentor, pesa 1830 toneladas, mais que 1600 carros ou 44 aviões Boeing 737

14 de setembro de 2023 às 08:00
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
turbina - weg - Siemens - Norden, aerogerador - cristo redentor - Boeing - Petrobras - projetos - energia eólica - usina - offshore
Petrobras e WEG firmam parceria para desenvolvimento do maior aerogerador de energia eólica do país. Equipamento terá potência de 7 MW e será o primeiro desse porte no Brasil / Imagen WinPower

Parceria estratégica entre a Petrobras e a WEG para fabricação de turbinas gigantes de 7 MW de potência representa um passo ousado e revoluciona a indústria de energia eólica brasileira

Petrobras e a WEG, duas gigantes brasileiras, estão unindo forças para trazer uma revolução na indústria de energia eólica do país. Em uma parceria estratégica de alto impacto, essas empresas estão empenhadas em criar o maior e mais poderosa turbina (aerogerador) já produzido no Brasil, com uma impressionante potência de 7 megawatts (MW).

A parceria entre a Petrobras e a WEG representa um marco significativo na busca por fontes de energia mais limpas e eficientes. Essas duas multinacionais, com suas respectivas experiências e especializações, estão se unindo para desenvolver um projeto audacioso e tecnologia não apenas impulsionará a indústria de energia eólica no Brasil, mas também alavancará a posição do país no cenário global de energias renováveis.

Artigos recomendados

Petrobras e WEG revolucionam a energia eólica brasileira com turbinas gigantes de 7 MW

Imagine uma estrutura colossal com 220 metros de altura, o equivalente a seis vezes a altura do icônico Cristo Redentor. Essa é a magnitude da turbina que a Petrobras e a WEG estão trazendo para o Brasil. Com 1830 toneladas de peso, o aerogerador é uma verdadeira maravilha da engenharia eólica, pesando mais que 1600 carros populares ou 44 aviões Boeing 737.

A Petrobras está comprometida em investir R$ 130 milhões neste ambicioso projeto, que já está em andamento pela WEG. Este investimento não apenas contribuirá para o desenvolvimento tecnológico do país, mas também abrirá novas perspectivas de negócios ecológicos para a estatal. Além disso, a parceria abrange não apenas a fabricação dos componentes da turbina (aerogerador), mas também a construção e testes de um protótipo, com contrapartidas técnicas e comerciais para a petroleira brasileira.

Além de seu papel na expansão da energia eólica onshore nacional, o desenvolvimento da turbina de 7 MW terá um impacto positivo no futuro da energia eólica offshore no Brasil. A Petrobras, à medida que adquire experiência na produção de aerogeradores de alta capacidade em terra, está pavimentando o caminho para o desenvolvimento de aerogeradores ainda maiores, que serão usados em projetos de geração offshore. Esta é uma jornada que oferece oportunidades emocionantes para explorar o vasto potencial eólico no litoral brasileiro.

Projeto é um marco crucial em direção ao desenvolvimento de uma nova geração de equipamentos de energia eólica offshore

Este projeto não é apenas um marco, mas também um degrau crucial em direção ao desenvolvimento de uma nova geração de equipamentos de energia eólica offshore. Estes equipamentos têm um potencial massivo de expansão no litoral do Brasil. A expertise adquirida com o desenvolvimento desses aerogeradores permitirá a exploração mais ampla das oportunidades oferecidas pelos recursos eólicos do país, contribuindo para a diversificação da matriz energética e para a redução da pegada de carbono.

A transição para fontes de energia renovável é crucial para enfrentar os desafios das mudanças climáticas e construir um futuro mais sustentável e justo para todos. A parceria entre a Petrobras e a WEG é um testemunho desse compromisso. Ela representa um passo firme em direção a uma indústria de energia eólica mais robusta e sustentável no Brasil, alinhada com os objetivos de redução de emissões de carbono e aproveitamento dos recursos naturais do país.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR