Petrobras detém vazamento de óleo do FPSO

FPSO MODEC PETROBRAS VAZAMENTO DE ÓLEO
 

A Petrobras dá estimativa do tamanho do vazamento da unidade operada pela Modec no campo da Bacia de Campos na semana passada

A Petrobras suspendeu um pequeno vazamento de óleo de uma unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Descarregamento(FPSO) em um campo  que está sendo descomissionado. O vazamento de um dos tanques na Cidade do Rio de Janeiro, no campo de Espadarte, na Bacia de Campos, foi notado em 2 de janeiro, informou a  petrolífera estatal na segunda-feira.

Um plano de emergência foi colocado em operação e o vazamento foi interrompido no dia seguinte após o óleo ter sido drenado do tanque. A Petrobras estima que cerca de 4,9 metros cúbicos (cerca de 31 barris) foram derramados.

A Petrobras afretou o FPSO da operadora japonesa Modec. O campo, situado a cerca de 130 quilômetros da cidade de serviços offshore de Macaé, está fechado desde julho do ano passado para o descomissionamento.

“As agências reguladoras foram devidamente informadas e uma comissão de inquérito investigará as causas do incidente em cooperação com a Modec”, disse a Petrobras.

Últimas atualizações da Petrobras

Como noticiamos ontem(7) a Petrobras está lançando licitação para mais 3 floteis para atividades na Bacia de Campos, sendo que a primeira será destinada a operações neste primeiro semestre.( Matéria Completa)

Bolsonaro concede autonomia total a Castello Branco, o novo presidente da Petrobras. O mesmo disse que pretende abrir o mercado de refino para outras operadoras com a finalidade de abrir competitividade de preços dos combustíveis no Brasil. ( Matéria Completa)

The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior