Petro-Victory inicia perfuração onshore de poço exploratório de petróleo no Espírito Santo

Kelly
por
-
31-03-2020 15:35:51
em Petróleo, Óleo e Gás
Petro-Victory inicia perfuração de poços de petróleo onshore no Espírito Santo

A Petro-Victory divulgou nesta segunda-feira (30), em comunicado à impresa, que iniciou a perfuração do poço exploratório de petróleo 1-VID-1-ES (VIDA), localizado no bloco ES-T-487, no Espírito Santo, mesmo diante do cenário mundial de pandemia do novo coronavírus e crise do petróleo. A companhia detém 50% de participação no bloco, em parceria com a Imetame, que possui a outra metade do ativo.

Veja também

O poço Vida será perfurado a uma profundidade total de 1.800m e terá como alvo reservatórios de arenito em potencial na Formação São Mateus. Os resultados preliminares de Vida são esperados nos próximos trinta dias e estima-se, em média, 855.000 barris de petróleo.

Mesmo diante da recente volatilidade do mercado relacionada à pandemia da COVID-19 e ao aumento do suprimento global de petróleo, a Petro-Victory afirmou que seus campos no Brasil, principalmente Andorinha e Carapitanga, são capazes de gerar netbacks positivos de caixa no cenário atual de preços do petróleo.

“Antes de tudo, nossos pensamentos e orações são transmitidos a todas as pessoas do mundo que foram afetadas pelo COVID-19. Estes são certamente tempos desafiadores para todos nós”, destacou Richard F. Gonzalez, CEO da Petro-Victory.

“Temos um portfólio excepcional de ativos premium e de baixo custo de produção que estão bem posicionados para gerar fluxo de caixa positivo no atual ambiente de baixo preço. Também continuamos a buscar ativamente aquisições com valor agregado de ativos de produção e desenvolvimento de alta qualidade no Brasil, capazes de fornecer fluxos de caixa positivos e retornos para os acionistas”, concluiu Gonzalez.

Projetos de petróleo e gás da Petro-Victory no Brasil

A produção no primeiro trimestre deste ano foi em média de aproximadamente 24 BOPD líquidos para a Petro-Victory, de quatro poços maduros, três em Andorinha e um em Carapitanga. A companhia está solicitando licenças ambientais para futuras localizações de poços de desenvolvimento e workover com a intenção de atingir 1.000 barris de petróleo por dia até o quarto trimestre de 2021.

Tags: