O setor de serviços impactados pelo ramo de petróleo e gás registra alta de mais de 3%, segundo IBGE

petróleo e gás IBGE SETOR DE SERVIÇOS

Apesar do resultado positivo no acumulado de 2021, esse é o menor crescimento registrado pelo IBGE devido à recessão econômica global causada pela pandemia

Saiu nesta Quinta-Feira (15 de Abril de 2021) o resultado da pesquisa mensal que o IBGE fez e, comparado com o mês anterior, houve uma alta de mais de 3% da atividade prestação de serviços, com destaque do setor de serviços em petróleo e gás, que teve um impacto expressivo neste resultado e que vem acumulando uma alta expressiva ao longo do ano de 2021. Porém, segundo o portal de notícias G1, o setor está com um registro de mais de 8%, registrando a maior queda na atividade já registrada desde que a pesquisa começou a ser realizada.

O que estas informações expostas recentemente pelo IBGE demonstram?

Estas informações estão demonstrando uma recuperação, embora que tímida da atividade econômica, com setores como serviços que estão conseguindo se recuperar e ter uma expressiva alta, mesmo com a crise global que explodiu devido à Pandemia do Coronavírus, que tem afetado a todos os países e economias do mundo todo.

Falando de modalidades estratégicas brasileiras, como o setor de serviços de petróleo e gás, esse impacto se dá, principalmente, devido ao aumento de consumo de gás e combustível que se notou durante os meses de isolamento desta epidemia global.

Quando fala-se de gás de cozinha, houve um aumento expressivo no consumo deste produto, devido ao fato das pessoas ficarem mais tempo em casa. Além disso, com a implementação de trabalhos home-office, houve um aumento expressivo do consumo de gás de cozinha pelos brasileiros.

Isso trouxe uma forte necessidade e um aumento muito expressivo de maneira especial, se falando de segmento de prestação de serviços e que tem acionado toda uma cadeia de prestação de serviços que está em torno destes setores.

E a gasolina, qual o impacto que teve neste aumento de prestação no setor de serviços?

Quando se fala de combustíveis como gasolina se deve levar em consideração que houve um aumento expressivo de demanda em termos de fornecedores para hospitais dentre estes fornecedores, houve aumento expressivo de fornecedores de gasolina para ambulância.

Além disso com o lamentável aumento expressivo que está, tendo de casos de COVID, as pessoas estão tendo necessidade de usar de transporte, seja de transporte público ou carro para ir a hospitais, para serem atendidas  e até mesmo pessoas que tem outros problemas que não estão ligadas diretamente a a doença do Coronavirus.

Com isso carros de aplicativos, serviço de taxi e outros serviços tiveram um registro de aumento expressivo em termos de números, principalmente quando falamos em termos ter registros expressivos de aumento de serviços comparados aos meses anteriores.

A Pandemia seria um dos fatores para que estes números tenham impactos tão positivos?

Sim, segundo os especialistas do IBGE, a Pandemia seria um dos principais fatores que seriam responsáveis pelo aumento expressivo de resultados positivos, tratando-se de prestação de serviços de modo especial.

Um setor específico, o  AgroNegócio, praticamente não foi ainda afetado pela Pandemia, pois, com o estouro dessa emergência global, as pessoas passaram, na realidade, a consumir mais alimentos, gerando, assim, um maior impacto na questão de serviços, devido ao aumento de necessidade de serviços para esse tipo de segmento, que está crescendo com a crise de modo especial no Brasil.

Por fim, o que se conclui é que esse número ao mesmo tempo se mostra como algo que pode ser um sinal animador de recuperação da economia no Brasil, como também representa um dado considerado modesto, se comparado aos resultados que se tinha em épocas anteriores à Pandemia.

Segundo especialistas, a economia mundial, assim como a brasileira, somente vai começar a se recuperar efetivamente após os primeiros resultados concretos da vacinação em massa e quando a população começar a tomar efetivamente as chamadas medidas sanitárias, como uso de máscara e álcool gel.

Compartilhe!

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.