Novos modelos de caminhões movidos a hidrogênio e eletricidade são apresentados por empresa americana

Roberta Souza
por
-
26-02-2021 08:50:56
em Logística e Transporte
Caminhões, hidrogênio, eletricidade Caminhão da Nikola

A Nikola, empresa americana que apresentou vários conceitos de veículos de emissão zero, anunciou dois novos modelos de caminhões, movido por hidrogênio e eletricidade

Nikola Corporation é uma empresa americana que apresentou vários conceitos de veículos de emissão zero desde 2016. A companhia anunciou detalhes sobre seu programa de caminhões comerciais movidos à eletricidade e hidrogênio na América do Norte. A empresa que teve um fracasso com a picape Badger, deseja ter uma linha de produção de caminhões com zero emissões de uma vez por todas para se tornar um importante fabricante no cenário americano e europeu.

Veja ainda outras notícias:

O chefe global da FCEV de Nikola, Jason Roycht, disse que “Para acelerar a transição para um futuro livre de carbono, a indústria de caminhões precisa de veículos comerciais pesados ​​e de emissão zero, projetados para corresponder ao peso e ao alcance dos caminhões a diesel de hoje. Nikola está animado para apresentar detalhes adicionais sobre nosso portfólio de caminhões FCEV e nosso compromisso contínuo com o transporte comercial sustentável”.

O diretor falou da Nikola Motors ainda disse sobre a expansão da marca: “A utilização de componentes e sistemas comuns para a propulsão de hidrogênio proporcionará maiores economias de escala e também permitirá que Nikola expanda e adapte continuamente nosso portfólio de caminhões FCEV para atender aos diversos requisitos de caminhões comerciais.”

Sobre o modelo

O modelo Tre da versão americana é muito diferente do produto original com a Iveco. O caminhão americano terá um design diferente dos padrões europeus, equipado com luzes LED, para-choques em forma de fluido e cabines altas.

Nikola Tre também usará câmeras em vez de espelhos retrovisores, além de acessórios pneumáticos e rodas pneumáticas. Na versão 100% elétrica, o caminhão tem autonomia de 482 quilômetros, mas a versão FCEV com células a combustível a hidrogênio terá capacidade para percorrer 804 quilômetros.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos