Multinacional de petróleo e energia, a Equinor prevê cortes de bilhões de dólares para enfrentar o cenário atual de crise


Multinacional de petróleo e energia, a Equinor prevê cortes de bilhões de dólares para enfrentar o cenário atual de crise

A empresa global do ramo de petróleo Equinor informou que irá reduzir os custos e investimentos da companhia em decorrência da crise atual

Em esforço para enfrentar a crise mundial decorrente do novo coronavírus e o recente colapso dos preços do petróleo, gigantes petroleiras estão tomando medidas cautelosas para se manterem firmes nesse cenário. A Equinor, empresa norueguesa de energia, prevê a redução em cerca de US$3 bi de investimentos em atividades de perfuração exploratória e custos operacionais. A Shell também já havia anunciado um corte de 5 bilhões de dólares em investimentos e a suspenção da compra de ações.

Veja também

A Equinor afirmou que irá adiar operações de perfuração de petróleo onshore nos Estados Unidos e que já suspendeu um programa de recompra de ações de 5 bilhões de dólares. De acordo com a norueguesa, os investimentos para este ano serão diminuídos para aproximadamente US$ 8,5 bi, de uma meta de 10 a 11 bilhões de dólares.

Em comunicado, a companhia de petróleo da Noruega informou que as novas medidas deverão permitir que a Equinor tenham um fluxo de caixa neutro neste ano de 2020, caso os preços do petróleo se mantenham em cerca de 25 dólares por barril.

“Nós estamos agora tomando ações para fortalecer ainda mais nossa resiliência nessa situação”, destacou Eldar Saetre, CEO da companhia.

Os cortes anunciados por gigantes do petróleo, como Saudi Aramco e Shell, e agora a Equinor, já somam 19 bilhões de dólares, uma redução de 18% considerando um total de investimentos de 106 bilhões de dólares planejados inicialmente por elas no setor.

Acompanhe diariamente o Click Petróleo e Gás e fique por dentro das notícias e vagas de emprego no Brasil e no mundo.

Faça o Curso de Inglês Autodidata

A economia brasileira está mais próximo do que nunca de empresas globais. A necessidade de funcionários  que tenham no minimo inglês intermediário cresce mas os empregadores têm dificuldades de encontrar candidatos que têm noções do idioma. O curso A Jornada do Inglês Autodidata vem sanando este problema de muitos alunos, com um método fácil e inovador. Assistam aqui os depoimentos reais de estudantes que adquiram o curso e depois façam suas matrículas também.


Kelly Angelim

Sobre Kelly Angelim

Engenheira de Petróleo, especialista em Eficiência Energética e mestre em Engenharia Civil. Experiente na indústria petrolífera onshore; Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos